História da Arte 3

Conservação e Restauro

4 ECTS; 3º Ano, 1º Semestre, 30,0 T + 15,0 TP + 2,0 OT

Docente(s)
- Nuno Miguel de Sousa Vieira
- Ana Rita de Sousa Gaspar Vieira

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
Enquadrar contextualmente os movimentos artísticos desde os finais da Idade Moderna até à Contemporaneidade: estudo integrado da arte em perspectiva pluridisciplinar, numa visão alargada do fenómeno artístico.
Proceder ao estudo integrado das obras de arte, apreendidas como objectos estéticos, históricos e artísticos.
Desenvolver a capacidade de análise das obras de arte, tendo em atenção a problemática da construção de um discurso científico.
Fomentar o espírito crítico na apreciação da obra de arte, tendo em conta as ferramentas operativas de investigação sobre as mesmas.
Consciencialização para as práticas de conservação e de salvaguarda patrimonial

Programa
I-A arte e o artista nos séculos XVIII e XIX.
1-A Arte Barroca.
1.1.O pensamento arquitectónico.
1.2.A Escultura.
1.3.A Pintura: do naturalismo tenebrista ao ornamento proselitista.
2 - O Neoclassicismo.
2.1 - O iluminismo e o retorno à citação
3.Romantismo e Realismo
3.1 - A intensidade espiritual e a ligação à natureza.
3.1.1.O Romantismo pictórico a e paisagem como metáfora.
3.1.2.Revivalismos românticos na arquitectura.
3.2.A Era do Positivismo: o Realismo
4.Naturalismo e Impressionismo.
4.1.Impressionismo: revolução ou renovação na continuidade?
4.2.Abordagem da obra dos principais representantes do movimento
5.Pós-Impressionismo:
5.1.A «arte primitiva» de Paul Gauguin
5.2.Vincent Van Gogh e a «explosão dos sentimentos coloridos»
5.3.Paul Cézanne: a crítica ao Impressionismo e o retorno da espacialidade construída.
5.4 – George Seurat e a teoria divisionista da cor

II - A prática artística no século XX
1.Metodologias e procedimentos. Citação, representações, transfigurações.
2.O objeto e o espaço o desenvolvimento da exposição.
3.O corpo e a natureza.
4.Experiências conceptuais: do saber fazer para o saber pensar.

Metodologia de avaliação
Realização de uma frequência (60%) + entrega digital de um trabalho teórico e respetiva avaliação (40%): Trabalho (30%)e apresentação desse trabalho cada um (10%)

Exame final (100%). Avaliação de questões sobre a matéria dada e que requerem respostas de interpretação e problematização.

Bibliografia
- VV, A. (1976). História da Arte. (Vol. 8,9,10). Lisboa: Alfa
- MILLET, C. (2000). A Arte Contemporânea. Lisboa: Ed. Instituto Piaget
- JANSON, H. (2010). A Nova História da Arte de Janson. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian
- DIDI-HUBERMAN, G. (2007). Ce que nous voyons, ce qui nous regarde. Paris: PUF

Método de interação
Aulas teóricas, partindo sempre da observação e análise das obras de arte.
Aulas teórico-práticas com base na discussão e reflexão sobre os conteúdos abordados nas aulas teóricas.
Apoio tutorial

Software utilizado nas aulas
Não aplicável