História da Arte Portuguesa 2

Conservação e Restauro

4 ECTS; 2º Ano, 2º Semestre, 30,0 T + 15,0 TP + 2,0 OT

Docente(s)
- Maria Teresa Ribeiro Pereira Desterro

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
Relacionar o contexto de desenvolvimento dos movimentos artísticos em Portugal na Época Moderna, com as suas características peculiares.
Caracterizar e identificar as suas principais manifestações artísticas e respectivos autores.
Desenvolver a capacidade de pesquisar e tratar informação científica

Programa
I - A transição do modo gótico para o Renascimento em Portugal:
1 - A pintura quatrocentista: Nuno Gonçalves.
II O Ciclo Renascentista: inovações e resistências
1-A aproximação ao Classicismo italianizante
2-A Pintura no primeiro quartel do século XVI.
2.1-A organização do trabalho
2.2-A encomenda e o mecenato. As obras reais e os particularismos regionais
2.3-As importações. A prevalência das oficinas flamengas
2.4.-A produção nacional. Centralidade e periferismo.As Escolas de Lisboa, Coimbra e Viseu
3-A evolução arquitectónica
3.1-O tardo-gótico arquitectónico: as grandes edificações manuelinas.
3.2-A introdução dos novos modelos na arquitectura. A Arte "ao Romano": fontes e vias de penetração.
4. A Escultura renascentista: as Escolas de Lisboa, Coimbra e Évora
III -DO RENASCIMENTO AO MANEIRISMO
1-A nova conjuntura artística e as mudanças de gosto
1.1-Portugal e a Prima Maniera italiana
1.2-A suave Maniera: a Idea
1.3-A geração dos pintores «romanizados»
2-A Contra-Reforma e a Contra-Maniera.
2.1-A Pittura Senza Tempo e o «Decoro» tridentino
2.2 - A arquitectura chã
2.3 - A escultura
3 - As artes decorativas


Metodologia de avaliação
Avaliação contínua: realização de dois trabalhos escritos, um sobre Arte Renascentista portuguesa e outro sobre Arte Maneirista em Portugal, dependendo a aprovação de uma média final de 10 valores. Contudo, 8 é a nota mínima exigida num dos trabalhos, que terá que ser compensada pelo outro para obter a média final de 10. Quem tiver num dos trabalhos nota inferior a oitp, reprovará e será admitido a exame.
Exame Final : realização de um trabalho escrito sobre um dos temas constantes do programa e sua apresentação oral. Aprovação com nota mínima de 10 valores.

Bibliografia
- VV, A. (2010). A Nova História da Arte de Janson. A tradição ocidental, revisão científica de Fernando António Baptista Pereira, 9ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2010.. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian
- Pereira (coord), P. (1995). História da Arte Portuguesa. (Vol. II ). Lisboa: Círculo de Leitores / Temas e Debates
- V.V, A. (1986). História da Arte em Portugal.. (Vol. 5,6,7,8,9,10). Lisboa: Alfa
- Serrão, V. (2002). História da Arte em Portugal - Renascimento e Maneirismo. Lisboa: Presença

Método de interação
Aulas teóricas com base na observação e análise de obras de arte.
Aulas teórico-práticas com base na discussão e reflexão sobre conteúdos abordados nas aulas teóricas, através da análise de obras de arte e leitura comentada de textos
Apoio tutorial

Software utilizado nas aulas
Não aplicável