Auditoria Interna e Operacional

Mestrado em Auditoria e Análise Financeira
3 ECTS; 2º Ano, 1º Semestre, 24,0 TP

Docente(s)

Pré-requisitos
Não tem pré-requisitos formalmente definidos.
No entanto, é importante que os estudantes possuam conhecimentos gerais de auditoria externa.

Objetivos
A UC visa enquadrar a atividade de auditoria interna, em particular, no que respeita ao âmbito de atuação, às condições de exercício da profissão e às normas internacionais para a prática profissional.
Os alunos devem ficar habilitados ao exercício da profissão, designadamente, no domínio do SCI.

Programa
1. Auditoria interna: objetivos, conceitos e técnicas
2. Domínios de intervenção da auditoria interna e relacionamento com a auditoria externa
3. Sistema de controlo interno: conceitos e objetivos
4. Modelos e componentes do controlo interno (COSO e COBIT)
5. Limitações dos sistemas de controlo interno
6. Exercício da profissão de auditor interno ? organismos de tutela
7. O código de ética e as normas de auditoria interna
8. Evolução histórica da auditoria interna
9. A auditoria interna em Portugal ? as entidades de interesse público e o controlo interno da administração financeira do Estado
10. O processo de auditoria interna em geral ? do planeamento ao relato e ao acompanhamento dos resultados
11. A avaliação do desempenho dos auditores internos
12. A gestão do risco empresarial ? importância para a auditoria interna e o papel do auditor interno
13. A segurança dos sistemas de informação ? novas questões do controlo interno e algumas referências metodológicas
14. Principais aspetos a considerar na auditoria por áreas operacionais

Metodologia de avaliação
A avaliação é contínua, considerando a participação nas aulas e nos casos práticos e uma prova escrita individual complementar (mínimo de 7 valores).

Os alunos não aprovados na avaliação contínua fazem um exame escrito, que abrange todo o programa.

Bibliografia
- COSO, C. (2013). Auditoria Interna - Função e Processo. Lisboa: Áreas Editora
- , .(2006). Método de Auditoria a Sistemas de Informação. (Vol. 1). Porto: Porto Editora
- Internal Auditors, I. (0). Integrated Framework and Enterprise Risk Management.Acedido em18 de novembro de 2014 em www.coso.org
- Oliveira, J. (0). Código de ética e Normas de auditoria interna.Acedido em18 de novembro de 2014 em www.theiia.org

Método de interação
Aulas teórico-práticas, onde se descrevem os conceitos teóricos e se exemplifica a aplicação dos princípios fundamentais.
Os alunos são convidados a aprofundar as matérias lecionadas, através de temas propostos, para apresentação e debate nas aulas.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.