Antropologia Cultural, Recreação e Lazer

TeSP - Produção de Atividades para o Turismo Cultural, Publicação em Diário da República - Aviso nº 619/2016 - 21/01/2016

5 ECTS; 1º Ano, 1º Semestre, 30,0 T + 30,0 TP

Docente(s)

Pré-requisitos
Não se aplica.

Objetivos
Pretende-se nesta unidade curricular que os estudantes consigam identificar e descodificar a importância das representações e práticas culturais e dos elementos simbólicos da cultura para a atividade turística como conteúdos. Com as ferramentas apreendidas, pretende-se também que os estudantes promovam atividades recreativas estruturadas, de caráter lúdico ao visitante e turista. O trabalho prático de projeto encontra-se focado nas metas de aprendizagem dos estudantes, onde se considera fundamental o pensamento crítico, as formas comunicativas, a autogestão e a colaboração.

Programa
1.Princípios gerais da Antropologia, da Recreação e do Lazer;
1.1.Conceitos: antropologia, antropologia cultural e antropologia do turismo;
2.A importância da recreação e do lazer;
2.1. Brainstorming. Discussão de conceitos dentro da antropologia cultural e turística;
3. Atividades de Lazer e de Exploração da Natureza;
3.1.Relação dialética: contextos culturais e contextos turísticos no âmbito do Lazer e Turismo de Natureza;
4.O papel da antropologia na sociedade contemporânea;
4.1. Motivações, práticas e experiências turísticas. Apresentação de casos;
5.Estudos de caso.

Metodologia de avaliação
Avaliação contínua.
Prova escrita - 50%
Trabalho prático - 50%
Nota Mínima= 8 valores

Bibliografia
- Burns, P. (1999). An Introduction to Tourism and Anthropology. London: London: Routledge.
- Nash, D. (1996). The Anthropology of Tourism. Oxford: Oxford: Pergamon.
- Urry, J. (2001). The Tourist gaze.Leisure and travel in contemporary societies. London: London: Sage.
- Romão, J. (2013). Turismo e Lugar – Diferenciação territorial, competitividade e sustentabilidade em turismo. Lisboa: Escolar Editora. Lisboa.

Método de interação
a) Aulas teóricas de exposição;
b) Aulas práticas de execução de exercícios e recensões; c) Visitas técnicas de estudo com observação participante por parte dos estudantes com as realidades socioculturais e turísticas concretas do território.

Software utilizado nas aulas
-