Organização e Gestão da Manutenção

TeSP - Instalações Elétricas e Manutenção Industrial
4 ECTS; 2º Ano, 1º Semestre, 52,50 TP

Docente(s)
- Ana Carla Vicente Vieira

Pré-requisitos

Objetivos
Adquirir conhecimentos sobre aspetos organizacionais e de gestão da manutenção.
Compreender conceitos de forma integrada, identificar problemas e aplicar as técnicas, as estratégicas e as ferramentas mais utilizadas para suporte às decisões no âmbito da Gestão da Manutenção.

Programa
~ Fundamentos de OGM
- Introdução à Manutenção (filosofias, estratégias, objetivos, tipos e níveis) e Normalização
~ Estrutura do serviço de manutenção
- Organigramas típicos, Secções de apoio à manutenção e Os Recursos Humanos de Manutenção
- Vantagens e Desvantagens da subcontratação, Tipos de Contratos e Tipos de Trabalhos a Subcontratar
~ Circuitos de Informação para a Manutenção
- Informação relevante para a manutenção
- Documentação de suporte e Ferramentas informáticas
- Classificação e codificação dos equipamentos
~ Planeamento e controlo da manutenção
- Planeamento e programação da manutenção
- Graus de urgência/prioridade e Carga de trabalho
- Custos de manutenção, Custo do ciclo de Vida dos Equipamentos
- Gestão de stocks.
- Indicadores de desempenho da manutenção (KPI)
- Auditorias de Manutenção
~ Noções de fiabilidade

Metodologia de avaliação
Avaliação escrita (obrigatório): (40%);
Avaliação prática (obrigatória): (60%) - Fichas de exercícios (20%) e Desenvolvimento, apresentação e discussão dos trabalhos práticos (40%).

Bibliografia
- Cabral, J. (2009). Gestão da Manutenção de Equipamentos, Instalações e Edifí­cios. (Vol. 1). Portugal: LIDEL
- Ferreira, L. (1998). Uma Introdução à  Manutenção. (Vol. 1). Portugal: Publindústria
- Assis, R. (1997). Manutenção centrada na fiabilidade - Economia das decisões. (Vol. 1). Portugal: LIDEL
- Vieira, A. (0). Organizaçãoo e Gestão da Manutenção.Acedido em20 de setembro de 2016 em http://orion.ipt.pt/~avieira/OGM.zip

Método de interação
Aulas teóricas com exposição oral;
Apresentação de casos práticos, discussão e resolução de problemas propostos; Visitas de estudo;
Trabalhos práticos propostos pela docente para aplicação dos conhecimentos.

Software utilizado nas aulas