Alumni

 

alumni1

Carta de Ticiano Alves: Informação aos futuros candidatos

"A especialização em Arqueologia Subaquática pelo Instituto Politécnico de Tomar foi um divisor de águas na minha vida acadêmica como pesquisador. Em 2014 eu havia entrado no Doutorado em Arqueologia pela Universidade de Coimbra. A minha tese estava toda inserida na Arqueologia Naval, uma vez que eu iria investigar como as navegações da Paraíba ocorriam entre os anos de 1850 e 1950. Mas, eu era formado em Engenharia de Pesca, Mestre em Recursos Hídricos, e por consequência não possuía a base necessária para o desenvolvimento da minha pesquisa. Mesmo correndo atrás de artigos e livros que me trouxessem o conhecimento básico de que eu precisava, não era suficiente, eu precisava mesmo de algo mais denso vindo de pessoas imersas nesse meio. Foi neste momento que entrou o IPT, primeiramente na figura da Professora Doutora Alexandra Figueiredo, que foi a ponte de acesso ao curso de Pós-Graduação em Arqueologia Subaquática.
 
Durante todo o curso eu tive contato com excelentes professores, que tiveram paciência e dedicação para transmitir de forma segura o conhecimento dos seus anos de estudos e pesquisas. Com essa base, pude desenvolver a pesquisa do meu doutoramento, que devo defender no início de 2019, e estou trabalhando na construção de diversos projetos de investigações navais e subaquáticas na Paraíba. Além disso, hoje sou também professor da disciplina de Patrimônio Histórico-Cultural, e tem sido maravilhoso, pois venho a cada dia mais me descobrindo profissionalmente.
 
Não sei das experiências dos demais colegas, mas repito e insisto em dizer que a Pós-Graduação em Arqueologia Subaquática foi o divisor de águas que eu precisava na minha carreira acadêmica e de investigador."