Bio-Arqueologia e Evolução Humana

 

Mestrado em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre, Publicação em Diário da República - Despacho nº 17071/2009 - 23/07/2009

6 ECTS; 1º Ano, Anual, 8,0 T + 4,0 PL + 4,0 TP + 24,0 S

Docente(s)
- José Francisco Taborda Curate

Pré-requisitos
Não Aplicável

Objetivos
O aluno deverá saber identificar os principais ossos do esqueleto humano: esqueleto craniano e pós craniano, terminologia anatómica; saber interpretar ossos humanos em contextos arqueológicos: número mínimo de indivíduos, estimativa do sexo e idade, estatura e paleopatologia; conhecer e interpretar os principais acontecimentos da história evolutiva da humanidade: os hominíneos, as origens africanas, as saídas de África; conhecer as relações filogenéticas da humanidade: Homo sapiens, Homo neanderthalensis e Denisovanos.

Programa
INICIAÇÃO À OSTEOLOGIA HUMANA
NOÇÕES DE TAFONOMIA
RECUPERAÇÃO DE RESTOS HUMANOS EM CONTEXTOS ARQUEOLÓGICOS
DISCRIMINAÇÃO OSSOS HUMANOS VERSUS NÃO HUMANOS
RECONSTRUÇÃO DA VIDA A PARTIR DO ESQUELETO
DOMÍNIOS ESPECÍFICOS: PALEOPATOLOGIA
INTRODUÇÃO À EVOLUÇÃO HUMANA
OS PRIMEIROS HOMINÍDEOS
A 1ª SAÍDA DE ÁFRICA E OS 1ºs EUROPEUS
OS NEANDERTAIS
ORIGEM DO HOMEM MODERNO

Metodologia de avaliação
Escrita de um ensaio.

Bibliografia
- Sabrina, A. e , . (2012). Social Bioarchaeology. Chichester: Blackwell Publishing
- Condemi, S. (2019). A Pocket History of Human Evolution. NY: The Experiment LLC
- White, T. (2000). Human Osteology. San Diego: Academic Press
- Conroy, G. (2012). Reconstructing Human Origins: A Modern Synthesis. NY: Norton

Método de interação
Exposição teórica e aulas práticas, incluindo laboratoriais (com observação e análise de materiais osteológicos e moldes de fósseis), incidindo em conceitos e metodologias essenciais em bioarqueologia e evolução humana.

Software utilizado nas aulas

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável