Arte Neolítica Peninsular

 

Mestrado em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre, Publicação em Diário da República - Despacho nº 17071/2009 - 23/07/2009

3 ECTS; 1º Ano, Anual, 7,0 T + 12,0 TC + 8,0 S

Docente(s)
- Hipólito Collado Giraldo

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
A Unidade Curricular "Arte Neolítica Peninsular" procura implantar nos estudantes um conhecimento avançado das manifestações gráficas da arte rupestre feitas por sociedades com uma economia produtiva. Para atingir este objectivo, foi definida uma série de objectivos básicos, que foram enumerados na secção anterior e que são detalhados abaixo em cada caso:

1.- Características técnicas da arte rupestre: com este bloco temático procura introduzir o estudante às várias técnicas que foram utilizadas para realizar a arte rupestre analisando com especial intensidade os diferentes tipos de gravura e o seu método de execução e os diferentes tipos de pigmentos e os seus componentes fundamentais.

2.- Critérios de localização: Este é um bloco temático fundamental no qual se analisa a tipologia dos lugares onde a arte rupestre foi documentada e vários aspectos relacionados com as motivações (sociais, económicas, rituais ou estratégicas), que levaram à selecção ou descartamento dos enclaves para representar conjuntos de arte rupestre figurativa.

3.- Análise das diferentes correntes interpretativas sobre o significado da arte peninsular neolítica. Este é um bloco eminentemente teórico no qual o estudante aprenderá sobre as diferentes linhas de interpretação aplicadas à arte rupestre e os investigadores ou equipas de investigação que foram os seus principais representantes.


Os três blocos temáticos anteriores são completados com um último bloco de conteúdo eminentemente prático cujo objectivo será introduzir o estudante às técnicas de documentação e estudo da arte rupestre:

Registo fotográfico de painéis com arte rupestre.
Tratamento digital de cores em imagens digitais de alta resolução.
Realização de traçados digitais a partir de imagens fotográficas
Obtenção de modelos 3D a partir de séries fotográficas: introdução à fotogrametria digital.

Programa
Precedentes da arte rupestre neolítica (AR) na Península Ibérica:
Este primeiro tópico trata em detalhe dos conhecimentos actuais sobre os ciclos da arte rupestre que antecedem a arte rupestre neolítica na Península Ibérica. O objectivo é incutir nos estudantes que não há "vazio" gráfico entre o fim das manifestações gráficas do Paleolítico Superior e a chegada da arte rupestre dos grupos de produtores peninsulares (conhecida como Arte Esquemática). Neste sentido, é abordada a problemática do ciclo da arte rupestre conhecida como "Pré-Squemática", correspondente aos grupos humanos com uma economia predatória na primeira metade do Holocénico.

2.A AR esquemática como paradigma das sociedades de economia produtiva.
Este tema analisa as evidências e os contextos que nos permitem relacionar a arte rupestre esquemática com grupos de produtores. Estudaremos a relação entre o contexto de ocupação e os lugares com a arte rupestre, os paralelos entre a arte megalítica e a arte esquemática e, finalmente, a relação entre os vários objectos decorados e a simbologia utilizada nas decorações e na arte esquemática rupestre.

3.Distribuição de AR esquemático
Este terceiro bloco visa dar ao estudante uma ideia global da distribuição da arte esquemática na península, com ênfase nas principais áreas de concentração deste tipo de manifestações gráficas, tanto em Espanha como em Portugal.

4.Técnicas, estilo e tipologias em esquemas peninsulares AR
Este é um dos blocos fundamentais da UC. Com este tema o aluno deve adquirir um conhecimento avançado das técnicas de representação da arte rupestre (gravura, pintura, grafite e baixo relevo), as características dos pigmentos utilizados na sua elaboração a partir dos estudos e análises efectuadas em amostras de arte rupestre, o estilo que caracteriza e define o esquema da arte rupestre analisando para ela factores tão diversos como a perspectiva utilizada de forma preferencial, o tamanho das figuras, a utilização dos suportes ou a implicação da geologia na arte rupestre. O assunto termina com uma revisão detalhada de todas as tipologias reconhecidas na arte esquemática peninsular: antropomorfos, zoomorfos e símbolos.

5.Cronologia do RA esquemático na Península Ibérica
Este tema oferece uma compilação dos dados cronológicos que a investigação disponibilizou a fim de estabelecer o quadro cronológico da Arte Esquemática.
Paralelos com objectos móveis
Paralelos com a arte megalítica
Datação directa (C14, Oxalates, TL)

6.Teorias interpretativas
O objectivo é oferecer aos estudantes uma abordagem às diferentes correntes interpretativas que são tradicionalmente aplicadas à arte esquemática peninsular:
Arte esquemática como marcador territorial
Arte esquemática como um elemento de comunicação social.
Arte esquemática ligada a espaços com um possível propósito ritual.

7.O fim do AR esquemático. Introdução às pinturas rupestres da Idade do Ferro.
Nesta lição o aluno deve saber que a arte rupestre esquemática desaparece com a chegada da Idade do Ferro, as possíveis causas que analisam o seu desaparecimento e uma revisão subtil das principais características da arte da Idade do Ferro.

8.Metodologia de campo aplicada à documentação da AR
Este tema tem um carácter prático e procura familiarizar o aluno na manipulação das técnicas de documentação e estudo da arte rupestre:

.- O registo fotográfico de painéis com arte rupestre.
.-Tratamento digital de cores em imagens digitais de alta resolução.
.- Realização de traçados digitais a partir de imagem fotográfica
.- Obtenção de modelos 3D a partir de séries fotográficas: introdução à fotogrametria digital.

Metodologia de avaliação
Presença nas aulas (20 %), Exame (35 %), Trabalho específico
(45 %)

Bibliografia

Método de interação
Será utilizada uma metodologia de ensino mista, combinando uma primeira parte de ensino com um carácter fundamentalmente teórico e uma segunda parte de um carácter fundamentalmente prático

Software utilizado nas aulas
Power Point PPT
Adobe Photoshop
Photoscan (Argisoft)

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável