Gestão Multicultural

Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional
5 ECTS; 2º Ano, 2º Semestre, 60,0 TP + 15,0 OT

Docente(s)
- Maria Graciete da Purificação Reis Henriques Honrado

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
Os alunos devem ficar aptos a compreender as diferenças de valores nas sociedades e suas consequências ao nível da gestão, das organizações e do comportamento organizacional nas diferentes culturas. A atuação na arena global coloca desafios à gestão de pessoas que não ocorrem em contexto nacional.

Programa
1. Compreender as tendências do nosso tempo e o seu impacto na gestão:
? Tendências para a mundialização e mundialização das tendências.
? Aceleração da internacionalização.
? A cadeia das causas e dos efeitos.
2. Gerindo a aldeia global e o mosaico multicultural.
3. Caracterizando o mosaico multicultural para compreender os requisitos da liderança transcultural.
? Diferentes abordagens: Hofstede, Projeto GLOBE, Migrant Integration Policy Index - MIPEX II.
4. Comunicar, gerir e liderar em diferentes culturas
? Modelos e padrões de comunicação e feedback dominantes nas culturas internacionais.
? Atitudes mais comuns face aos conflitos e às regras.
? Mal-entendidos e conflitos interculturais.
5. Práticas de GRH das multinacionais em diferentes contextos culturais.
? Modelos implícitos de organização e suas influências nos processos e formas de comunicação em contexto profissional.
6. O ajustamento sociocultural dos expatriados: choques e desempenho.
? Relação com o tempo e a pontualidade.
? Relação com a autoridade e as regras.
? Relação com o desconhecido e a ambiguidade.
? Preocupação com a competição ou cooperação.
? Importância do "Eu" vs "Nós".
? Tipo de liderança eficaz.
7. Políticas de expatriação e seleção de expatriados.
? Interação das dimensões culturais na atividade diária dos quadros internacionais e dos gestores e das organizações.
8. Preparar e desenvolver.
9. Gerir o desempenho, recompensar e repatriar.
10. Lições simples para uma gestão cultural complexa.
- Abordagens, modelos, teorias e consequências.
11. O modelo norte-americano perante o binómio humanismo/instrumentalismo.
12. Alemanha e Rússia: há nexos no Leste?
13. O Japão: a Suíça do Oriente?
14. A China: o mais estrangeiro dos países estrangeiros.
15. Apresentação e defesa de um trabalho de grupo com base num artigo científico, sobre a Gestão Multicultural.

Metodologia de avaliação
Avaliação contínua: elaboração e defesa de um trabalho de grupo com base num artigo científico ou de uma frequência. São dispensados de exame os alunos cuja classificação seja igual ou superior a 10 valores, ou na frequência ou no trabalho de grupo.

Bibliografia
- Cunha, M. e Rego, A. (2009). Gestão Multicultural. Lisboa: Editora RH
- Finuras, P. (2011). Gestão Intercultural - Pessoas e Carreiras na Era da Globalização. Lisboa: Edições Sílabo
- Silva, V. e Reis, F. (2014). Capital Humano - Temas para uma boa gestão das organizações. Lisboa: Edições Sílabo
- Martins, J. (2011). Internacionalização e Globalização de Empresas. Lisboa: Edições Sílabo

Método de interação
Na UC de Gestão Multicultural dá-se ênfase a trabalhos científicos e práticos, o que permitirá uma melhor compreensão dos conhecimentos teóricos e, simultaneamente, proporcionará aos Alunos as ferramentas para enfrentar a solução de problemas reais.

Software utilizado nas aulas
Microsoft Windows.