Panoramas | Para bom entendedor meia imagem basta

 

Acontece no próximo dia 16 de maio, pelas 15.00h, na Biblioteca Municipal de Tomar, a sessão Panoramas | Para bom entendedor meia imagem basta promovido pelo Instituto Politécnico de Tomar (IPT), através da atividade Journeying the Screen II do Projeto MOVTOUR: Turismo e Cultura para e com a Sociedade.

Esta iniciativa que se insere no programa de trabalhos do projeto MOVTOUR e tem como público alvo, sobretudo, autarcas, empresários da região do Médio Tejo, bem como representantes de produtoras de cinema e intervenientes facilitadores tem como principal objetivo esclarecer e informar das possibilidades disponíveis no que toca ao recurso ao vídeo e à imagem como potenciadores dos recursos turísticos da região, mas de uma forma não danosa.
O consumo massivo de imagens pela sociedade contemporânea, transforma-as em poderosas ferramentas capazes de gerar novos comportamentos nos consumidores. Neste sentido, as indústrias criativas, como o cinema, permitem reinventar territórios, passando estes a constituir lugares turísticos, uma vez que lhes dão visibilidade e projeção.
Numa época de boom turístico, essencialmente, concentrado nos grandes centros urbanos, cabe  aos territórios mais periféricos, de menor densidade e com menor procura, desenhar e implementar estratégias de superação destes constrangimentos. Através da adoção de medidas hábeis e concertadas, pode ser possível obter afirmação no mercado e a confiança dos agentes de um desenvolvimento que se quer sustentável.
Um cenário urbano, rural, natural ou histórico pode surgir como protagonista de produções fílmicas levando os consumidores a deslocarem-se em busca dos símbolos que associam à imagem do espaço geográfico representado. Em simultâneo, permite também contribuir para uma maior resiliência destes territórios, já que proporciona o reforço e valorização de uma identidade baseada em recursos endógenos, na medida em que lhes eleva o património histórico, natural ou edificado. A Região Centro é detentora de cenários únicos e distintos para produções fílmicas, sejam elas de natureza cinematográfica ou vocacionadas para o branding territorial.
Neste processo, são convocados vários agentes de desenvolvimento (privado e público), a administração local e a sociedade civil, investidores e criativos, o que conduz à formação de uma rede de atores diversos.

Programa

Turismo Centro Portugal | Pedro Machado
Sucessão da promoção Turismo Centro Portugal – O caso do filme Turismo Centro Portugal – Preferred Destination

Centro Portugal Film Comission | Francisco Dias
Cinema, Film Comissions e Desenvolvimento Regional na Sociedade em Rede

Geopark Estrela |  Emanuel Castro
O papel da imagem nas estratégias de promoção territorial no Geopark Estrela

Universidad de Extremadura | Enrique Meléndez
Cine, Património y Turismo: Game of Thrones y Extremadura

Contacto: journeyingthescreen@ipt.pt

Organização

Instituto Politécnico de Tomar
Laboratório de Turismo
MovTour | Turismo e Cultura com e para a Sociedade

 

Co-financiado

^ Topo