Durabilidade e Sustentabilidade das Construções

TeSP - Construção e Reabilitação
3 ECTS; 1º Ano, 1º Semestre, 45,0 TP

Docente(s)

Pré-requisitos
Não Aplicável

Objetivos
Dotar os estudantes de conhecimentos relativos à durabilidade na construção, caracterizado por elevado número de patologias que reduzem a vida útil dos empreendimentos. Transmitir conhecimentos de sustentabilidade na construção e uso de materiais sustentáveis.

Programa
1. Arquitectura e a durabilidade das construções: Património edificado em Portugal.2. Durabilidade das construções.2.1. Conceito de durabilidade e sua evolução.2.2. Indicadores de durabilidade.2.3. Exigências de desempenho.2.4. Métodos para estudar a durabilidade.2.5. Agentes e mecanismos de degradação.3. Vida útil das Construções.4. Vida útil e desempenho.5. Planeamento da vida útil.5.1. Proposta da norma ISO 15686.5.1.1. Introdução e âmbito de aplicação.5.1.2. Integração do planeamento da vida útil na actividade de projecto.5.1.3. Estimativa da vida útil das construções.5.1.4. Normas aplicáveis.6. Durabilidade dos materiais e das construções. Abordagem ao método factorial.6.1. Introdução e vida útil de referência.6.2. Factores modificadores.6.2.1. Introdução.6.2.2. Durabilidade do produto de construção.6.2.2.1. Conceitos básicos sobre composição e estrutura dos materiais.6.2.2.2. Material e Lei do comportamento do material.6.2.2.3. Tipos de materiais, frágeis ou dúcteis.6.2.2.4. Tipos de Estados Limites, Últimos ou de Utilização.6.2.2.5. Características de diversos materiais utilizados na construção e suas alterações.6.2.2.5.1. Solo.6.2.2.5.2. Pedra.6.2.2.5.3. Materiais cerâmicos.6.2.2.5.4. Betão.6.2.2.5.5. Aço.6.2.2.5.6. Alumínio.6.2.2.5.7. Outros materiais menos tradicionais, mas de elevada utilização na construção actual.6.2.2.5.8. Ensaios de avaliação da relação tensão deformação e a alterabilidade dos materiais.6.3. Matriz de durabilidade.7. Sustentabilidade na Construção.7.1. Enquadramento geral.7.2. Desenvolvimento sustentável.7.3. Construção sustentável.7.4. Materiais de construção no contexto da construção sustentável

Metodologia de avaliação
A classificação final será obtida através da média pesada entre um trabalho obrigatório para a admissão à prova escrita com o peso de 70% e com a classificação mínima de 10 valores e uma prova escrita com o peso 30% e com a classificação mínima de 10 valores.

Bibliografia
- Jalali, S. e Torgal, F. (2010). A Sustentabilidade dos Materiais de Construção. -: ISBN 978?972-8600-22-8
- Ramos, C. e Coelho, A. (2010). Aplicações de análise do ciclo de vida na avaliação ambiental dos produtos. (Vol. 1). (pp. 613-623). Centro Habitat, Cúria, Portugal: Centro Habitat, Portugal
- Branco, F. (2013). Introdução à reabilitação de edifícios de betão.. (Vol. 1). IST, Lisboa.: Curso FunDEC. IST, Lisboa.
- Pinto, . e Corvacho, M. (2011). Construção de uma base de dados de apoio à estimativa da vida útil das construções. Vida Útil de Referência.. (Vol. 1). (pp. 1-193). FEUP, Porto.: FEUP

Método de interação
Exposição dos conteúdos programáticos, complementada, sempre que possível, através de meios que permitam ilustrar os aspetos em análise. Apresentação de casos e seminários. Realização pela parte do aluno de trabalhos com base em casos de estudo.

Software utilizado nas aulas
Não Aplicável