Roteiros Turísticos

Gestão Turística e Cultural, Publicação em Diário da República - Despacho nº 14880/2013 de 15/11/2013

5 ECTS; 2º Ano, 2º Semestre, 30,0 T + 30,0 TP

Docente(s)
- Eunice Ferreira Ramos Lopes

Pré-requisitos
Não se aplica.

Objetivos
Os estudantes nesta unidade curricular devem atingir os seguintes objetivos:
- Identificar e caraterizar circuitos, itinerários e roteiros.
- Selecionar e recolher informação relevante para integrar na elaboração dos roteiros.
- Aplicar ferramentas essenciais para a planificação, desenvolvimento e concretização de roteiros turísticos.
- Demonstrar conhecimentos para a compreensão de problemáticas relacionadas com roteiros turísticos existentes a nível nacional e a nível internacional.
- Conhecer e utilizar de forma adequada diferentes meios de comunicação e estratégias de divulgação.
- Recolher e interpretar dados em contexto de trabalho de campo, assim como aplicar estratégias de orientação geográfica no terreno.
ODS: nº 3 (Saúde de Qualidade), de acordo com Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, setembro de 2015).

Programa
1. Roteiros, Itinerários e Circuitos turísticos.
1.1. Definições e exemplos.
2. Território turístico: o espaço turístico e a paisagem turística.
2.1. Paisagens culturais e naturais e os produtos turísticos
2.2. Roteiros Turísticos do Património Mundial
3. Organização de roteiros: metodologias e elaboração
3.1. Roteiros temáticos
3.2. Processos de organização de atividades
3.3. Tipologia de roteiros e metodologias de aplicação prática
4.Produtos e estratégias de divulgação
4.1. Identificação, seleção e organização da informação
4.2 Comunicação turística
5. Estratégias de orientação no terreno (espaços urbano e rural)
5.1. Utilização de ferramentas de orientação e sistemas de localização geográfica (ex. bússola digital, Google Maps)
6. Aplicação prática.


Metodologia de avaliação
Avaliação contínua. Componente Teórica: prova escrita (50%) e Componente Prática: trabalho prático (50%).
O trabalho prático é obrigatório para concretização dos 50% (parte prática), em todas as épocas de avaliação (frequência, exame, exame de recurso). A classificação do trabalho prático não pode se inferior a 8 valores).
No exame final, a nota mínima é de 10 valores, sendo que a média da unidade curricular incluirá a classificação final da componente prática.

Bibliografia
- Portugal, T. (2013). Roteiros Turisticos do Patrimonio Mundial (Vols. 1-3). Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda
- Cooper, C. e Hall, C. (2007). Contemporary Tourism: An International Approach. Oxford: Butterworth-Heinemann
- Rodriguez Diaz, B. (2015). Desarrollo y aplicacion de un modelo para el diseno de rutas turisticas personalizadas. Madrid: Editorial Sintesis
- Chimenti, , S. e Tavares, A. (2020). Roteiro turístico: É assim que se faz. (pp. 1-240). São Paulo: Editora Senac

Método de interação
As aulas teóricas servirão para lecionar conteúdos concetuais que permitam, nas aulas teórico-práticas, facilitar a realização da aplicação prática, através da elaboração e realização de Roteiros Turísticos.

Software utilizado nas aulas
Moodle
Zoom
Microsoft Teams
Microsoft Forms
Microsoft Sway
Publisher
Google Maps
Google Play