Resultados da aprendizagem

 

Um sistema educativo dinâmico e eficiente é apontado pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) como constituindo um indicador de sustentabilidade regional. Em paralelo a Qualificação Profissional é uma das áreas eleitas pela CIMT com o objetivo de fomentar a mudança e a modernização dos serviços, onde a proporção da população empregada por conta de outrem com ensino superior (14%) é ainda muito inferior ao panorama nacional. A necessidade de um Técnico de Gestão Administrativa de Recursos Humanos enquadra-se nesta perspetiva, sendo essa necessidade sentida quer a nível central (autarquias e demais institutos e serviços públicos) quer ao nível empresarial. A valorização do capital humano, o recrutamento e seleção, assim como toda a atividade intrínseca a um técnico nesta área permite o desenvolvimento humano, social e económico da região onde se insere. O Instituto Politécncio de Tomar estabeleceu uma parceria denominada "Rede de Formação Dual" com cerca de 600 organizações públicas, privadas e de cariz social, com vista à realização de protocolos para troca de saberes entre alunos versus organizações, que garante a formação em contexto de trabalho, no último semestre do funcionamento deste CTeSP.

Um diplomado no CTeSP em Gestão Administrativa de Recursos Humanos obtém o nível 5, da escala de qualificação académica.