IPT Logotipo do IPT

Ano Letivo: 2021/22

TeSP - Análises Laboratoriais

Ensaios a Materiais

<< voltar ao Plano Curricular

8 ECTS; 1º Ano, 2º Semestre, 75,0 PL + 15,0 TP

Docente(s)
- Fernando dos Santos Antunes
- Ana Paula Gerardo Machado

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
O1 - Aquisição de competências no domínio da normalização e dos ensaios para a determinação de propriedades físicas e mecânicas.
O2 - Aquisição de competências que permitam o tratamento, a análise de dados e a elaboração de relatórios e, nos casos em que é aplicável, a classificação dos materiais.

Programa
1 – Noções gerais sobre sistemas de normalização técnica
2 – Leitura e interpretação de normas
3 – Elaboração de relatórios.
4 – Regras para funcionamento e gestão de laboratórios
5 – Preparação e realização de ensaios em diferentes materiais orgânicos – madeira, papel/cartão, polímeros, compósitos.
5.1 - Crescimento, estrutura e organização das árvores. Estrutura e composição da madeira. Histologia de madeiras
5.2 - Células de resinosas e folhosas e suas funções nas árvores. Ultraestrutura das fibras vegetais.
5.3 – Aspetos tecnológicos de laboração e preparação de madeiras. Características físico-mecânicas. Identificação e classificação. Defeitos e deformações naturais e de laboração. Alterações e deterioração das madeiras.
5.4 – Estrutura e propriedades do papel e cartão. Propriedades estruturais, de resistência físico-mecânica e óticas. Acondicionamento das amostras e preparação de provetes para análise.
5.5 – Estrutura, composição e propriedades de polímeros e compósitos
6 - Preparação e realização de ensaios em diferentes materiais inorgânicos – pedra, solo, cerâmicos, ligantes, betão, betuminoso, metais.
6.1 – Estrutura e composição.
6.2 – Propriedades físicas e mecânicas.
6.3 – Identificação e classificação.
Programa prático:
TP1 – Identificação, cortes e preparação de amostras de madeiras.
TP2 – Observação macroscópica e observação microscópica de cortes histológicos de diferentes madeiras.
TP3 – Dissociação de fibras da madeira e observação microscópica de fibras.
TP4 – Testes físico-mecânicos ao papel e cartão.
TP5 – Ensaios em betão.
TP6 – Ensaios em agregados.
TP7 – Ensaios em solos.

Metodologia de avaliação
1 – A avaliação é contínua. Para avaliar os conteúdos lecionados por cada um dos docentes, em qualquer época, são tidas em consideração as classificações obtidas nos dois elementos de avaliação seguintes:
a)Realização de um conjunto de trabalhos práticos obrigatórios e respetivos relatórios, sob orientação do docente (peso:70%). A avaliação de cada trabalho será realizada apenas uma vez durante o semestre (período de contacto).
b)Teste escrito, que incide nos conteúdos lecionados pelo docente (peso:30%). Os 3 testes escritos (um por cada docente) são o elemento de avaliação que se repete nas diferentes épocas de avaliação. Só são admitidos aos testes escritos os alunos que tenham realizado a componente de avaliação referida na alínea a).
2-A classificação final da UC, em cada época de avaliação, é calculada através de uma média ponderada das 3 classificações (uma por cada docente) determinadas pela metodologia referida no ponto 1. Os pesos para a média são as percentagens de horas lecionadas por cada docente, ou seja, 70%, 20% e 10%. O aluno obterá aprovação na UC quando a classificação final for igual ou superior a 10 valores.

Bibliografia
- Coutinho, A. de Sousa, . (1997). Fabrico e propriedades do betão. (Vol. Vol I e II). LIsboa: LNEC
- Hoadley, R. Bruce , .. (2000). Understanding Wood: A Craftsman's Guide to Wood Technology. -: Newtown: Taunton Press
- Scott, W. e Abbott, J. e Trosset, S. (1995). Properties of Paper: An Introduction. Atlanta-Georgia: Tappi Press
- Documentos normativos e procedimentos para ensaios.(0, 0 de ---). -, pp. ..

Método de interação

Software utilizado nas aulas
Não aplicável

 

Aprovado em Conselho Técnico Cientifico: 10 de maio de 2022

Download da Ficha da Unidade Curricular (FUC)

 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
Financiamentos