IPT Logotipo do IPT

Conservação e Restauro

Teoria e Crítica da Arte

<< voltar ao Plano Curricular

Publicação em Diário da República: Despacho nº 9982/2016 - 05/08/2016

5.5 ECTS; 1º Ano, 1º Semestre, 45,0 T + 15,0 TP + 3,0 OT , Cód. 338043.

Docente(s)
- Maria Teresa Ribeiro Pereira Desterro (1)(2)

(1) Docente Responsável
(2) Docente que lecciona

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
1.Desenvolver a capacidade de dialogar com as obras de arte do ponto de vista formal e conceptual.
1.1.Conhecer os fundamentos, objectivos e limitações da ciência histórico-artística.
1.2.Compreender as problemáticas artísticas,à luz da sua contemporaneidade.
2.Adquirir ferramentas operativas de análise e investigação relativa às obras de arte.
2.1.Desenvolver a capacidade de analisar histórica, estética e iconologicamente a obra de arte
2.1.1.Reconhecer a importância da literatura científica na análise da obra de arte
2.1.2 Aprofundar a análise iconográfica e iconológica do objecto artístico, na senda dos estudos Iconológicos de Aby Warburg e Erwin Panofsky.
2.2. Analisar a obra de arte em perspectiva pluridisciplinar
3.Organizar a pesquisa analítico-descritiva de forma estruturada
3.1.Construir um discurso científico que traduza uma organização estruturada da pesquisa analítico-descritiva devidamente contextualizada.
4.Desenvolver o espírito crítico face à produção artística

Programa
I-Problematização em torno da abordagem à obra de Arte.
1.Proximidades e afastamentos epistemológicos entre Estética, História da Arte, Teorias da Arte e Crítica de Arte.
1.1.Os agentes da produção artística: artistas, encomendantes, mecenas, clientes.
1.2.Criação artística e juízo estético.
Valor artístico e valor estético.
1.3. As Teorias da Arte e o papel da Crítica de Arte.
2. Reflexões sobre a disciplina de História da Arte.
2.1. A História da Arte enquanto disciplina: autonomia, dimensão, objectivos.
2.2. Os agentes da disciplina: o historiador e o crítico de arte.
2.3. A situação actual da História da Arte-Ciência
2.3.1.Noção de programa artístico e de "trans-memória" imagética.
2.3.2.A produção artística como "obra aberta" (Umberto Eco)
2.3.3. A História da Arte como globalidade: a Cripto-História da Arte, a Micro-História da Arte e a História de Arte Total.
2.3.4. A relação da História da Arte com as outras áreas científicas.
3. Metodologia da História da Arte
3.1.A regesta documental: a investigação heurística e a pesquisa de arquivo: as fontes (manuscritas e iconográficas). Sua recensão, organização e tratamento.
3.2. A pesquisa bibliográfica.
3.3. A observação analítica da obra de arte. Diálogos do historiador de arte com o seu objecto de pesquisa.
3.4. A construção de um trabalho de investigação.
3.4.1- Elaboração de uma ficha de leitura de obra de arte: plano, estado da questão, organização da Fortuna Histórica, da Fortuna Crítica e da Fortuna Estética. A ficha analítico-descritiva da obra de arte, notas, organização de anexos.

4.A História da Arte e a revalorização do património artístico
4.1 O papel da História de Arte na Conservação e Restauro
4.2. O inventário do património artístico
4.3. A musealização das obras de arte
4.4. A UNESCO e as grandes medidas de protecção dos bens culturais e artísticos.


II- Teorias Artísticas e Crítica de Arte:
sua importância na reflexão sobre o fenómeno artístico.
1.Evolução das Teorias Artísticas ao longo do tempo
1.1. Ética e Estética na Antiguidade Clássica: a obra artística num mundo de deuses e heróis.
1.2. Arte e Beleza na Estética Medieval: a arte ao serviço da religião.
1.3.A nova teoria da imagem artística ocidental na Época Moderna: quatro séculos de um novo paradigma artístico.
1.4. As Teorias da Arte na Contemporaneidade.
2.Crítica de Arte: origens, limites e funções

Metodologia de avaliação
*interesse, empenho e capacidade de apresentar trabalhos inovadores (10%)
*assiduidade, capacidade de reflexão, intervenção e discussão durante as aulas (10%)
*trabalho de investigação, escrito e apresentado oralmente - época de exames (80%)

Bibliografia
- ARGAN, G. (1988). Arte e Crítica de Arte. Lisboa: Estampa
- BELTING, H. (1989). L'Histoire de l'Art est-elle finie?. Paris: Chambon
- DICKIE, G. (2005). El Círculo del Arte. Una Teoria del Arte. Barcelona: Paidos
- ESQUÍVEL, P. (2007). Teoria e Crítica de Arte em Portugal. Lisboa: Colibri
- OSBORNE, R. e STURGIS, D. e TURNER, N. (2006). Art Theory for beginners. London: ZP

Método de Ensino
Aulas teóricas e teórico-práticas partindo da análise de obras de arte e da interpretação de textos procurando fazer o enquadramento cultural e artístico das questões em análise e convocar a reflexão dos alunos e o debate construtivo.
Apoio tutorial.

Software utilizado nas aulas
Não aplicácel

 

Aprovado em Conselho Técnico Cientifico: 20 de dezembro de 2023

Download da Ficha da Unidade Curricular (FUC)

 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
portugal2020
centro2020
compete2020
crusoe
fct
feder
fse
poch
portugal2030
poseur
prr
republica
UE next generation
Centro 2030
Lisboa 2020
co-financiado