IPT Logotipo do IPT

Ano Letivo: 2022/23

Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre

Arqueoacústica e Arte Rupestre

<< voltar ao Plano Curricular

Publicação em Diário da República: Despacho nº 17071/2009 - 23/07/2009

3 ECTS; 1º Ano, Anual, 27,0 TP , Cód. 6498123.

Docente(s)
- Fernando Augusto Rodrigues Coimbra (1)

(1) Docente Responsável
(2) Docente que lecciona

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
Compreender a multidisciplinaridade da Arqueoacústica. Identificar objetos produtores de som no Paleolítico e primeiros instrumentos musicais construídos intencionalmente. Analisar as origens da música em termos de um comportamento musical primitivo. Conhecer contributos da Arqueoacústica no estudo da Arte Pré-histórica e suas aplicações práticas. Identificar fenómenos acústicos em monumentos megalíticos e seus reflexos na arte como complemento da compreensão da arte megalítica

Programa
1 Introdução à Arqueoacústica
1.1 Trabalhos pioneiros
1.2 Desenvolvimento da investigação
1.3 Acústica e intencionalidade na Pré-história
2 Paisagens sonoras no Paleolítico
2.1 Artefactos para comunicação
2.2 Objetos de carácter musical
2.3 Origens da música e comportamento musical primitivo
2.3.1 A voz e o corpo humano nas origens da música
2.3.2 Primeiros instrumentos musicais construídos intencionalmente
3 O contributo da Arqueoacústica no estudo da Arte Pré-histórica
3.1 Reverberação em grutas e localização de arte parietal
3.2 O som socialmente organizado e sua influência na arte megalítica
4 Arqueoacústica e Arte Rupestre Pós-paleolítica
4.1 A vida sedentária e a multiplicação de instrumentos musicais
4.2 Cenas de música e de dança em arte rupestre
4.3 Problemática da interpretação

Metodologia de avaliação
Os alunos serão avaliados através da realização de um pequeno ensaio de cerca de 1000 palavras, sobre qualquer um dos conteúdos lecionados nas aulas Os condicionalismos do trabalho em si serão discutidos presencialmente com os alunos ou via e-mail. Estes serão avaliados não só pelo ensaio produzido, mas também através da participação nas aulas e interesse demonstrado pelos conteúdos programáticos. O ensaio representa 80% da avaliação e a participação/ debate totaliza 20%.

Bibliografia
- Coimbra, F. (2018). Archaeology, Archaeoacoustics and Early Musical Behaviour. (pp. 13-21). Myakka City: Old Temples Study Foundation
- Cross, I. e Watson, A. (2006). Acoustics and the Human Experience of Socially-organized Sound. (pp. 107-116). Cambridge: McDonald Institute for Archaeological Research
- Diaz-Andreu, M. e Mattioli, T. (2019). Rock Art, music and acoustics: a global overview. (pp. 503-528). Oxford: Oxford University Press
- Interpreting the Prehistoric visual sources for dance.(2015, 0 de ---). Music in Art , pp. 311-327.

Método de Ensino
Exposição dos conteúdos programáticos recorrendo a exemplos de iconografia, visualização de vídeos e utilização de réplicas de instrumentos musicais pré-históricos. Apresentação da investigação científica mais relevante. Diálogo/debate com os alunos.

Software utilizado nas aulas

 

Aprovado em Conselho Técnico Cientifico: 28 de julho de 2023

Download da Ficha da Unidade Curricular (FUC)

 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
portugal2020
centro2020
compete2020
crusoe
fct
feder
fse
poch
portugal2030
poseur
prr
republica
UE next generation
Centro 2030
Lisboa 2020
co-financiado