IPT Logotipo do IPT

Ano Letivo: 2021/22

Técnicas de Arqueologia

Técnicas de arqueologia de campo

<< voltar ao Plano Curricular

Publicação em Diário da República: Despacho n.º 7701/2016 09/06/2016

6 ECTS; 1º Ano, 1º Semestre, 27,0 TP + 27,0 TC , Cód. 3008131.

Docente(s)
- Alexandra Águeda de Figueiredo (1)

(1) Docente Responsável
(2) Docente que lecciona

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
Compreensão e aprendizagem das técnicas de trabalho arqueológico em campo.
A unidade curricular visa proporcionar aos estudantes a aprendizagem prática das técnicas de intervenção arqueológica, intrusiva e não intrusiva, bem como os trabalhos/métodos e técnicas de análise, interpretação e registo em campo, apoiada na sua compreensão teórica, de acordo com distintos modelos arqueográficos.

Programa
1. Dada a natureza da disciplina, os alunos serão colocados em contexto real de escavação, sendo introduzidos às possibilidades teóricas de intervenção no decurso da formação prática. As aulas funcionarão, por essa razão, de forma concentrada e intensiva.

2. Planeamento e organização:Preparação da área a escavar: Limpeza, Planta topográfica, registo espacial.
3. Montagem de quadrículas e pontos de referência: O uso da estação total e outros mecanismos de cotagem
4. Escavação em área/abertura de sondagens
5. Levantamento de dados: Desenho de estruturas e perfis, Compreensão e interpretação de contextos, Fotografia digital vectorizada, Georeferênciação: coordenadas e cotas.
6. Tratamento de dados: tintagem de desenho de campo, limpeza, tratamento de materiais e estabilização, acondicionamento de materiais e etiquetagem de contextos, análise de micro-contextos, fotografia digital, fotogrametria e desenho de materiais
7. Interpretação arqueográfica: matriz de Harris, interpretação de estruturas e relações contextuais, inventário em bases de dados e análise dos matérias recolhidos, análise espacial de contextos: Sistema de Informação Geográfico e Recosntrução 3d

Metodologia de avaliação
A avaliação é realizada sob relatório final (50%) e o desempenho profissional e científico em campo (50%). Os alunos admitidos a exame terão de desenvolver uma prova escrita (50%) e a uma prova prática (50%).

Bibliografia
- Barker, P. (1982). Techniques of archaeological excavation. Londres, : Batsford
- Harris, E. (1993). Princípios de Estratigrafía Arqueológica. Barcelona: Crítica, Colección Crítica Arqueologia,
- Renfrew, C. e Bahn, P. (1991). Arqueology: Theories, Methods and Practice. Londres: Thames and Hudson

Método de Ensino
As aulas teóricas serão lecionadas por apresentação e discussão de casos de estudo e conteúdos sobre a metodologia e as técnicas. A componente prática é desenvolvida na participação do aluno em campo, num projeto de arqueologia concreto.

Software utilizado nas aulas
ARQGIS, agisoft, access, etc.

 

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Garantir o acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
Alcançar a igualdade de género e empoderar todas as mulheres e raparigas
Reduzir as desigualdades no interior dos países e entre países
Conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável
Proteger, restaurar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, travar e reverter a degradação dos solos e travar a perda de biodiversidade
Reforçar os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
portugal2020
centro2020
compete2020
crusoe
fct
feder
fse
poch
portugal2030
poseur
prr
republica
UE next generation
Centro 2030
Lisboa 2020
co-financiado