IPT Logotipo do IPT

Ano Letivo: 2019/20

Conservação e Restauro

História e Tecnologia da Talha e do Mobiliário

<< voltar ao Plano Curricular

Publicação em Diário da República: Despacho n.º 10852/2016 - 05/09/2016

4 ECTS; 3º Ano, 1º Semestre, 15,0 T + 30,0 PL + 2,0 OT , Cód. 938069.

Docente(s)
- Fernando dos Santos Antunes (1)(2)

(1) Docente Responsável
(2) Docente que lecciona

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
Conhecimento das técnicas e tecnologias da produção artística da talha e do mobiliário;
Conhecimento/utilização das matérias-primas, produtos, materiais, utensílios e equipamentos;
Praticar as principais técnicas de produção;
Desenvolver manualidade, concentração e rigor técnico na execução.

Programa
A.BREVE INTRODUÇÃO À HISTÓRIA DO TALHA E DO MOBILIÁRIO

B.BREVE INTRODUÇÃO AO LABORATÓRIO MADEIRAS
1.Principais equipamentos e ferramentas
2.Regras básicas de higiene, saúde, segurança e organização

C.OS MATERIAIS EMPREGADOS NA PRODUÇÃO ARTÍSTICA DAS MADEIRAS
1.Terminologia utilizada na laboração das madeiras
2.Tipos de madeiras
3.Tipos de resinas, adesivos e gomas
4.Tipos de folhas metálicas

D.ESTRUTURAS EM MADEIRA – SISTEMAS DE LIGAÇÕES E ENCAIXES

«Arte e técnica de unir peças de madeiras»
1.Classificação das ligações e encaixes
1.1.Forma das uniões
1.2.Tipos de ligações
1.3.Tipos de encaixes
1.3.1.Malhetes
2.Aplicação na produção artística da talha e do mobiliário
3.Técnicas de execução de ligações e encaixes
3.1.Escolha e preparação da madeira
3.2.Medição
3.3.Marcação
3.4.Corte e Acerto
4.Técnicas de colagem e apertos das colagens
4.1.Tipos de colas e instrumentos de aperto

E.TÉCNICAS DECORATIVAS ORNAMENTAIS E FIGURATIVAS

«Arte e técnica de entalhar ou esculpir madeiras»
1.Materiais e técnicas
1.1.Execução de desenho ou esboço e marcações auxiliares
1.2.A escolha e preparação da madeira
1.3.Transposição do desenho
1.4.Recorte dos contornos
1.5.Desbaste
1.6.Modelação dos volumes
1.6.1.Desbaste dos segundos planos
1.6.2.Acerto dos primeiros planos
1.6.3.Acabamento e polimento

F.REVESTIMENTOS DECORATIVOS A FOLHA METÁLICA E POLICROMIAS

«Arte e técnica de dourar e pratear»
1.Materiais e técnicas preparatórias
1.1.Preparação da madeira para receber as camadas de assentamento
1.2.As camadas preparatórias ou de assentamento da folha metálica
1.2.1.Cola animal – encolamento ou "encollage"
1.2.2.Preparação branca
1.2.3.Bolo da Arménia ou "bollus"
1.3.Polimento das camadas de preparação
2.Materiais e técnicas de revestimentos a ouro e prata finos, e de imitação
2.1.A água ou a têmpera
2.2.A óleo ou mordente
3.Tipos de acabamentos dos revestimentos metálicos
3.1.Brunido, Semi-mate, Mate, Fosco
3.2.Aplicação de camada de proteção

«Arte e técnica das policromias sobre os revestimentos metálicos»
4.Materiais e técnicas das policromias
4.1.Estofados
4.2.Esgrafitados
4.3.Puncionados

G.TÉCNICAS DECORATIVAS NO MOBILIÁRIO

«Arte e técnica de decorar e revestir madeiras»
1.Materiais e técnicas decorativas
1.1.Embutidos
1.2.Chapeados, folheados e marchetados
1.3.Incrustados

«Arte e técnica de colorir madeiras»
2.Coloração de madeiras com velaturas aquosas
2.1.Mordentes em pó de madeiras – carvalho, nogueira, mogno, teca, ébano e pau-santo
3.Coloração de madeiras com transparências – corantes
3.1.Anilinas de água e de álcool

«Arte e técnica dos acabamentos das madeiras»
4.Materiais e técnicas de polimentos no mobiliário
4.1.Polimentos abrasivos, polimentos a seco, ou polimentos preparatórios
4.2.Polimentos a óleo de Cedro, de Linho, ou de Teca
4.3.Polimento a vaselina líquida
4.4.Polimento rústico, a cera
4.5.Polimento à inglesa, meio polimento a cera/verniz, ou polimento à portuguesa
4.6.Polimento à francesa, polimento a álcool, ou polimento à boneca

Metodologia de avaliação
Atos de Avaliação Integrada e Sua Ponderação na Avaliação Contínua e Final:

Teórica:
-Portfólio – Memória Descritiva (40%)

Prática:
-Portfólio – Exercícios desenvolvidos (50%)
-Assiduidade, participação e organização nas aulas (10%).

Informação complementar:
-Os alunos ficam obrigados a cumprir todos os itens da avaliação, podendo escolher ser
globalmente avaliados em avaliação contínua, ou em avaliação final;
-Os alunos, para serem admitidos à avaliação final, tem de ter avaliação positiva à componente
prática laboratorial, com o mínimo de 9,5 valores, em avaliação contínua;
-Os alunos poderão submeter os trabalhos escritos da componente teórica em avaliação final -
época de exame;
-Eventuais melhorias serão feitas apenas à componente teórica - trabalhos escritos - sendo
considerada na ponderação final global a avaliação obtida na componente prática laboratorial.

Bibliografia
- BAUDRY, M. (1978). La Sculpture. Paris: Ministére de la Culture, Imprimerie National
- BROUN, J. (1994). The Encyclopedia of Wood Working Techniques. London: Quatro Publishing, Headline Book Publishing
- TRILLAT, R. e AIMPEAU, B. e TRILLAT, H. (1981). Technologie des Métiers du Bois: Menuiserie, Ebénisterie, Agencement. (Vol. 1,2,3). Paris: Dunod
(1991). Gilded Wood: Conservation and History. (Gilding Conservation Symposium, Philadelphia Museum of Art, Pennsylvania). Madison, Connecticut: Sound View Press

Método de Ensino
Modelo de Avaliação Contínua. O aluno deverá efectuar um par dos exercícios opcionais, desde a fase de projecto; à escolha e preparação das madeiras; à marcação e transposição do desenho/esboço; à laboração das madeiras; à decoração/acabamento.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.

 

Aprovado em Conselho Técnico Cientifico: 05 de outubro de 2020

Download da Ficha da Unidade Curricular (FUC)

 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
portugal2020
centro2020
compete2020
crusoe
fct
feder
fse
poch
portugal2030
poseur
prr
republica
UE next generation
Centro 2030
Lisboa 2020
co-financiado