IPT Logotipo do IPT

Ano Letivo: 2021/22

Licenciatura em Gestão da Edificação e Obras

Processos e Técnicas de Reforço de Estruturas e Fundações

<< voltar ao Plano Curricular

Publicação em Diário da República: Despacho n.º 7571/2019 - 26/08/2019

5 ECTS; 2º Ano, Anual, 42,0 TP

Docente(s)
- Ana Paula Gerardo Machado
- Cristina Margarida Rodrigues Costa

Pré-requisitos
N.A.

Objetivos
Aquisição de conhecimentos básicos sobre as metodologias para a intervenção em estruturas e fundações de edifícios. Aquisição de competências que permitam:
(i) identificar o funcionamento dos sistemas estruturais e das fundações dos edifícios,
(ii) identificar os mecanismos de degradação estrutural,
(iii) propor e implementar as soluções correntes de reabilitação e reforço estrutural e de fundações.

Programa
1. Conceitos gerais: funcionamento dos sistemas estruturais e fundações; metodologias para diagnóstico e intervenção em estruturas e fundações.
2. Anomalias estruturais das construções.
3. Processos e técnicas de reforço estrutural.
4. Processos e técnicas de reforço de fundações.

Metodologia de avaliação
A avaliação da disciplina é realizada, em época de frequência ou exame, por duas componentes:
(i) uma componente de prova escrita (PE) de carácter teórico-prático, sem consulta, para aprovação é necessário obter a classificação mínima de 8 valores na prova, cotada para 20 valores, com o peso de 70% na classificação final, e
(ii) uma componente de trabalho prático (TP), cotado para 20 valores, com peso de 30% na classificação final.
Cada componente (PE e TP) é constituída por duas partes: a parte I corresponde aos tópicos de P. T. R. de Fundações e parte II corresponde aos tópicos de P. T. R. de Estruturas. A classificação de cada componente (PE e TP) corresponde à soma das classificações obtidas em cada parte (parte I e II).
São aprovados os estudantes que obtiverem classificação final igual ou superior a 10 valores.

Bibliografia
- Appleton, J. (2003). Reabilitação de edifícios antigos. Lisboa: Orion
- Coelho, S. (1996). Tecnologia de Fundações. Amadora: EPGE
- Costa, A. e Appleton, J. (1999). Mecanismos de deterioração das estruturas de betão armado. Lisboa: IST
- Freitas, V. (2012). Manual de Apoio ao Projecto de Reabilitação de Edifícios Antigos. Porto: Ordem dos Engenheiros Região Norte

Método de Ensino
Exposição apoiada em recursos adequados, textos escritos e audiovisuais. Discussão de conceitos e exemplos práticos para reflexão dos estudantes e consolidação dos conteúdos teóricos e práticos.

Software utilizado nas aulas
N.A.

 

Aprovado em Conselho Técnico Cientifico: 10 de maio de 2022

Download da Ficha da Unidade Curricular (FUC)

 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
Financiamentos