IPT Logotipo do IPT

Licenciatura em Engenharia Civil

Materiais de Construção

<< voltar ao Plano Curricular

Publicação em Diário da República: Despacho nº 10366/2022 - 24/08/2022 (Parceria ESTT/ESAI)

4 ECTS; 1º Ano, Anual, 42,0 TP

Docente(s)
- Maria de Lurdes Belgas da Costa Reis

Pré-requisitos
Não se aplica

Objetivos
Conhecer os diferentes tipos de materiais de construção no que se refere à sua obtenção, principais propriedades físicas, químicas e mecânicas, composição, estrutura e aplicações;
Conhecer as normas, especificações, marcações e documentos de aplicação dos materiais;
Conhecer ensaios e procedimentos para o controlo da qualidade dos materiais;
Realizar ensaios de argamassas e betões
Saber prescrever os materiais mais adequados para cada utilização, em função das suas caraterísticas e propriedades, atendendo aos critérios de sustentabilidade

Programa
1 Introdução: 1.1 Introdução ao estudo dos materiais de construção; 1.2 Critérios de classificação; 1.3 Características gerais e propriedades básicas; 1.4 Ensaios de receção e de investigação; 1.5 Principais organismos de normalização; 1.6 A sustentabilidade dos materiais de construção: aspetos gerais; 1.7 Sensibilização para a problemática dos RCD
2 Pedras naturais:2.1 Principais tipos de pedras usadas na construção 2.2 Propriedades; 2.2.1 Propriedades físicas; 2.2.2 Propriedades mecânicas; 2.2.3 Propriedades químicas; 2.3 Processos experimentais usados na determinação de algumas propriedades; 2.4 Critérios de seleção; 2.5 Extração e transformação; 2.5 Principais pedras naturais portuguesas e suas aplicações.
3 Ligantes: aéreos e hidráulicos;3.1.Obtenção dos diferentes ligantes; 3.2 transformações químicas durante a cozedura; 3.3. Principais propriedades e aplicações.
4 Ensaios a argamassas e betões: 4.1. Ensaios ao betão fresco ao betão endurecido; 4.2 Ensaios físicos e mecânicos a argamassas.
5 A Terra como material de construção 5.1 Caracterização genérica da terra como material de construção; 5.1.1 Ensaios expeditos; 5.1.2 Ensaios de laboratório; 5.2 Ações corretivas; 5.3 Processos de construção; 5.3.1 Taipa; 5.3.2 Adobe; 5.3.3 BTC.
6 Materiais cerâmicos: 4.1 Classificação geral; 4.2 Produtos de mono e bicozedura e louças sanitárias; 4.3 Matérias-primas e processos de obtenção; 4.4 Principais propriedades; 4.5 Ensaios tecnológicos e controlo de qualidade; 4.6 Materiais cerâmicos com incorporação de resíduos.
7 Vidro: 7.1 Composição do vidro: matérias-primas e aditivos; 7.2 Processos de fabrico de vidro plano; 7.3 Fabrico de fibras de vidro; 7.4 Principais propriedades do vidro; 7.5 Principais ensaios tecnológicos; 7.6 Formas comercias e aplicações; 7.7 Vidros especiais. 5.8. Normas regulamentares.
8 Madeira e derivados: contraplacados e aglomerados de fibras e de partículas: 8.1 A importância da madeira na construção civil; 8.2 Classificação das árvores: folhosas e resinosas; 8.2.1 Estrutura e desenvolvimento da madeira; 8.2.2 Principais espécies existentes em Portugal; 8.3 Principais propriedades e aplicações; 8.3.1 Físicas; 8.3.2 Mecânicas; 8.4. Ensaios para classificação das madeiras; 8.5 Principais etapas do processo de transformação; 8.5.1 Corte; 8.5.2 Secagem: natural e artificial; 8.6 Alterações e defeitos da madeira; 8.6.1 Defeitos físicos; 8.6.2 Defeitos resultantes do corte e da secagem; 8.7 Tratamentos: de preservação, curativos e ignífugos; 8.8 Derivados da madeira; 8.8.1 Aglomerados: de fibras e de partículas; 8.8.2 Folheados e contraplacados; 8.8.3 Madeira lamelada; 8.8.4 Madeira lamelada colada cruzada. 8.9 Exemplos da normalização na fileira da madeira.
9 Cortiça: 9.1 Principais propriedades; 9.2 Principais aplicações. 9.3 O aglomerado negro de cortiça e outros produtos derivados da cortiça 9.4 Algumas normas sobre os produtos de cortiça aplicados na construção.
10 Metais e ligas metálicas
10.1 Aço de Construção; 10.1.1 Propriedades físicas e mecânicas; 8.1.1Caracterização e caraterização dos aços para armaduras de betão armado segundo EC2; 10.1.3Tratamentos mecânicos, térmicos e termoquímicos; 10.2 Metais não ferrosos; 10.2.1 Origem e processo de obtenção; 10.2.2 Propriedades físicas e mecânicas; 10.2.3 Aplicações e formas comerciais correntes; 10.3 Ligas metálicas; 10.3.1 Composição; 10.3.2 Principais propriedades e aplicações; 10.4 Proteção dos materiais e estruturas metálicos; 10.4.1 Proteção contra a corrosão; 10.4.2 Proteção contra o fogo.
11 Materiais poliméricos: 11.1 Materiais plásticos; 11.1.1 Natureza química dos materiais plásticos; 11.1.2 Estrutura molecular dos polímeros; 11.1.3 Termoplásticos, termoendurecíveis e elastómeros; 11.1.4 Composição dos materiais plásticos; 11.1.5 Técnicas de processamento; 11.1.6 Propriedades físicas, químicas e mecânicas; 11.1.7 Fatores que influenciam as propriedades mecânicas; 11.1.8 Propriedades e aplicações dos plásticos comerciais; 11.2.Tintas e vernizes; 11.2.1 Componentes: carga, veículo, solventes, pigmentos e aditivos; 11.2.2 Fabrico e controlo de qualidade; 11.2.3 Classificação e finalidade da pintura; 11.2.4 Preparação de superfícies de pintura; 11.2.5 Escolha dos sistemas de pintura; 11.2.6 Equipamentos e técnicas de aplicação das tintas e vernizes; 11.2.7 Patologias das pinturas; 11.3 Produtos betuminosos; 11.3.1 Origem e composição; 11.3.2 Principais características; 11.3.3 Ensaios tecnológicos; 11.3.4 Aplicações destes produtos; 11.3.5 Sistemas de impermeabilização tradicionais e não tradicionais.
12 Materiais compósitos: 12.1 Materiais plásticos; 12.1.1 Natureza química dos materiais plásticos; 12.1.2 Estrutura molecular dos polímeros; 12.1.3 Termoplásticos, termoendurecíveis e elastómeros; 12.1.4 Composição dos materiais plásticos; 12.1.5 Técnicas de processamento; 12.1.6 Propriedades físicas, químicas e mecânicas; 12.1.7 Fatores que influenciam as propriedades mecânicas; 12.1.8 Propriedades e aplicações dos plásticos comerciais; 12.2.Tintas e vernizes; 12.2.1 Componentes: carga, veículo, solventes, pigmentos e aditivos; 12.2.2 Fabrico e controlo de qualidade; 12.2.3 Classificação e finalidade da pintura; 12.2.4 Preparação de superfícies de pintura; 12.2.5 Escolha dos sistemas de pintura; 12.2.6 Equipamentos e técnicas de aplicação das tintas e vernizes; 12.2.7 Patologias das pinturas; 12.3 Produtos betuminosos; 12.3.1 Origem e composição; 12.3.2 Principais características; 12.3.3 Ensaios tecnológicos; 12.3.4 Aplicações destes produtos; 12.3.5 Sistemas de impermeabilização tradicionais e não tradicionais.
13 Novos materiais: breve abordagem; 13.1 Nanomateriais; 13.2 Materiais de mudança de fase; 13.3 Conceitos e definições; 13.4 Aplicações

Metodologia de avaliação
A avaliação da U.C. compreende: uma prova escrita, na qual os estudantes devem obter classificação superior a 9,5 valores, que tem um peso de (65%) na avaliação final, podendo ser realizada em época de Frequência ou de Exame; um trabalho individual, de entrega obrigatória em todas as épocas de avaliação, sem classificação mínima, que tem um peso de 35% na avaliação. A classificação final da U.C., resulta da média ponderada das duas componentes.

Bibliografia
- Bouer, L. (2019). Materiais de construção: novos materiais para construção civil. . (Vol. 1º). Brasil: LTC
- Silva et al., L. (2013). Materiais de Construção. (Vol. 1). Lisboa: Publindústria
- Torgal, F. e Jalali, S. (2010). A Sustentabilidade dos Materiais de Construção. (Vol. 1). Guimarães: TecMinho
- Cachim, P. (2007). Construções em Madeira. (Vol. 1). Lisboa: Publindústria

Método de Ensino
Aulas expositivas com recurso a meios audiovisuais, amostras, especificações, normas, documentos de aplicação e outros. Realização de exercícios. Realização de ensaios. Visitas de Estudo. Sessões Técnicas temáticas. Trabalhos de pesquisa orientada

Software utilizado nas aulas
Não se aplica

 

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

 
Garantir o acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
Tornar as cidades e comunidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis
Garantir padrões de consumo e de produção sustentáveis
Proteger, restaurar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, travar e reverter a degradação dos solos e travar a perda de biodiversidade
 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
Financiamentos