IPT Logotipo do IPT

Ano Letivo: 2021/22

Licenciatura em Conservação e Restauro

História da Arte Portuguesa 1

<< voltar ao Plano Curricular

4 ECTS; 1º Ano, 2º Semestre, 30,0 T + 15,0 TP + 2,0 OT

Docente(s)
- Maria Teresa Ribeiro Pereira Desterro

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
Conhecer e o contexto político-social, económico e cultural entre o séculos IX (início da Reconquista Cristã) e o séc.XV.
Relacionar os contextos mencionados com a formulação de uma estética Pré-Românica.
Relacionar o novo contexto decorrente da independência do Reino e necessária organização territorial, com a adopção do estilo Românico
Relacionar o alargamento do território e a difusão das Ordens Religiosas em Portugal com a emergência do Gótico.
Identificar as principais manifestações artísticas produzidas em território português na Baixa Idade Média (séc. IX-XV)
Caracterizar estilísticamente as obras de arte remanescentes do Pré-Românico, Românico e Gótico.






Programa
1.A Reconquista Cristã: o Pré-Românico

2.A emergência da unidade política no reino e o enquadramento espácio-cultural das novas formas artísticas.
2.1.A ordenação territorial do reino e o favorecimento da arte cristã.
2.2.As concepções religiosas, a moral e os costumes.

3.O Românico: quadro mental e produção artística.
3.1.A arquitectura religiosa. O Românico cluniacense e sua difusão.
3.2.Arquitectura militar e arquitectura civil.
3.3.A Escultura Românica. Da ornamentação à representação. A escultura devocional. Escultura funerária
3.4.Pintura mural e Iluminura.

4.A adopção e difusão do formulário Gótico:
4.1.O Gótico como «obra nova». O primeiro Gótico português.
4.2.A reforma monástica e o Gótico trecentista.
4.3.Escultura,Pintura,Ourivesaria
5.A viragem do século XV: O início dos Descobrimentos e o seu impacto na vida cultural e artística do reino
5.1.A evolução arquitectónica. O estaleiro da Batalha.
5.2.Escultura, Pintura, Ourivesaria
5.2.1. Escultura e iconografia. Escultura de vulto e tumulária.
5.2.2. A Pintura quatrocentista.
5.2.3. A Ourivesaria.

Metodologia de avaliação
Avaliação contínua: realização de duas frequências, uma sobre Arte Românica portuguesa e outra sobre Arte Gótica portuguesa, dependendo a aprovação de uma média final de 10 valores. Contudo, 7,5 é a nota mínima exigida numa das frequências, que terá que ser compensada pela nota obtida na outra, para atingir a média final de 10. Quem tiver numa das frequências nota inferior a 7,5, reprovará e será admitido a exame.
Exame Final: realização de um exame escrito sobre todo o programa. Aprovação com 10 valores.

Bibliografia
- VV, A. (1986). História da Arte em Portugal. (Vol. 2,3,4). Lisboa: Alfa
- Pereira (dir.), P. (1996). História da Arte Portuguesa. (Vol. 2º ). Lisboa: Circulo de Leitores
- Ferreira, C. (2000). História da Arte em Portugal - O Românico. (Vol. 1º). Lisboa: Presença
- Ferreira, C. (2002). História da Arte em Portugal - O Gótico. (Vol. 2º ). Lisboa: Presença

Método de Ensino
Aulas teóricas expositivas partindo da análise de obras de arte
Aulas teórico-práticas:discussão e reflexão sobre os conteúdos abordados nas aulas teóricas, análise de obras de arte e, eventual leitura comentada de textos relacionados
Apoio tutorial

Software utilizado nas aulas
Não aplicável

 

Aprovado em Conselho Técnico Cientifico: 23 de junho de 2022

Download da Ficha da Unidade Curricular (FUC)

 

 


<< voltar ao Plano Curricular
NP4552
Financiamento
b-on
santander
erasmus
catedra
Financiamentos