City Hack 2019

 

CityHack 2019

O Instituto Politécnico de Tomar e o Município de Tomar, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, anunciam a 3ª edição do Projeto CityHack – a cidade como uma plataforma social.
Complexo da Levada em Tomar, 11 e 12 de maio de 2019 com inscrições gratuitas até dia 1 de maio

O CityHack é um evento sob a forma de uma maratona tecnológica que decorre nos dias 11 e 12 de maio, com a duração de 24 horas, e que visa o desenvolvimento de soluções tecnológicas para as cidades e a melhoria da qualidade de vida.
A edição de 2019 é vocacionada para soluções correspondentes a desafios com impacto social, como o envelhecimento ativo, a integração dos refugiados e migrantes nas sociedades  de acolhimento, bem-estar das crianças e jovens, pessoas com necessidades especiais e transformação sustentada do mercado de trabalho.
O CityHack para além de incentivar os participantes a apresentar soluções tecnológicas para a melhoria da qualidade de vida nas cidades, reconhecendo, valorizando e retendo talentos, tem, ainda, como objetivo criar condições para a concretização das ideias geradas.
O evento superiormente apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito do projeto Hack for Good, inserido no programa Gulbenkian de Coesão e Integração Social, apresenta este ano a novidade de não utilizar qualquer tipo de plástico. Durante estes dois dias haverá ainda a recolha de equipamento tecnológico obsoleto feita em parceria com uma empresa certificada. Todas as atividades inerentes ao CityHack 2019 são orientadas em concordância com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU.
Podem candidatar-se equipas de 3 a 6 elementos, que sejam alunos de Universidades e Institutos Politécnicos, em que pelo menos dois sejam oriundos de áreas tecnológicas. A equipa poderá incluir dois elementos que não frequentem o ensino superior.
                                                                                                          
As equipas vencedoras irão receber prémios monetários num valor total de 3500€, bem como diversos prémios oferecidos por alguns dos patrocinadores desta edição. O primeiro prémio - Hack for Good - é de dois mil euros e é patrocinado pela Fundação Calouste Gulbenkian.
A edição deste ano conta também com o apoio dos parceiros tecnológicos do IPT,  nomeadamente a SoftINSA,  a Compta e a Critical Software.
Nas duas edições anteriores estiveram presentes mais de 150 participantes, divididos em 36 equipas oriundas de 21 instituições de ensino.


Mais informações e inscrições em:

http://www.cityhack.ipt.pt/
https://www.facebook.com/WeAreCityHack/
https://www.instagram.com/wearecityhack/
https://twitter.com/wearecityhack/

^ Topo