Eventos e Animação Turística

Gestão Turística e Cultural
6 ECTS; 2º Ano, 2º Semestre, 30,0 T + 45,0 TP

Docente(s)
- José Luís Sousa Soares de Oliveira Braga

Pré-requisitos
Não se aplica.

Objetivos
Os estudantes devem ser capazes de:
- Organizar, planear e gerir qualquer tipo de evento.
- Planificar e gerir programas de animação turística em função dos destinos turísticos e empresas do setor.
- Conceber produtos baseados no setor de eventos integrados em pacote turístico e cultural.
- Compreender a relação entre eventos e a atividade turística;
- Conhecer as motivações dos turistas que visitam eventos;
- Compreender a atividade de animador turístico e conhecer os recursos que estão ao dispor da animação turística.

Programa
1. Concetualização, caracterização e tipologias de eventos. A indústria dos eventos.
1.1. Definição de evento;
1.2. Tipologias dos eventos;
1.3. Caracterização dos eventos;
1.4. Importância dos eventos para as marcas;
1.5. Fatores críticos de sucesso na industria de eventos.
2. A relação entre eventos e a atividade turística;
2.1. Eventos, sociedade e desenvolvimento;
2.2. Impactos dos eventos turísticos;
2.3. Eventos turísticos e imagem do destino;
2.4. Autenticidade em turismo e eventos.
3. Motivação, experiência e satisfação em turismo e eventos:
3.1. Motivação em eventos turísticos;
3.2. Experiência em turismo e eventos;
3.3. Satisfação em eventos turísticos.
4. Planeamento e organização de eventos:
4.1. Características do processo de planeamento de eventos;
4.2. Tipos de planeamento de eventos;
4.3. Fases do processo de planeamento;
4.4. Tipos de planeamento;
4.5. Importância do planeamento;
4.6. Fases do processo de organização;
4.7. Organização administrativa;
4.8. Organização operacional e logística;
4.9. Organização comercial;
4.10. Organização económica e financeira.
5. Caracterização da animação turística:
5.1. Definição de animação turística;
5.2. Evolução e tendências da animação turística;
5.3. Objetivos e funções dos serviços de animação turística;
6. A figura do animador turístico:
6.1. Definição de animador turístico;
6.2. Funções do animador turístico;
6.3. Qualidades do animador turístico;
6.4. Atividades do animador turístico;
6.5. Tipos de animadores
7. Recursos materiais ao dispor do departamento de animação turística:
7.1. Instalações que o departamento de animação utiliza;
7.2. Material da área de animação;
7.3. Prevenção dos riscos derivados da atividade laboral de animação turistica.
8. Organização e planificação eficiente na animação turística:
8.1. Gestão económica e financeira;
8.2. Gestão administrativa;
8.3. Gestão de Recursos Humanos;
8.4. Definição e características do programa de animação;
8.5. Análise e elaboração de programas de animação turística;
8.6. Atividades de animação turística

Metodologia de avaliação
1.1. Avaliação contínua:

1.1. Teste de avaliação contínua - Mínimo de 7,5 valores para permanecer em avaliação contínua - equivale a 40% da nota final;

1.2. Trabalho #1 (grupo)- equivale a 40% da nota final;

1.3. Trabalho #2 (individual)- Fichas de trabalho a elaborar em cada aula - equivale a 20% da nota final.

2. Época de Exames:

2.1. A classificação no exame escrito equivale a 100% da nota para os alunos que não participaram na avaliação contínua.

2.2. Para o caso dos alunos que participaram na avaliação contínua e reprovaram, mas cujos trabalhos obtiveram aproveitamento, estes serão contemplados na avaliação final (contam 60% da nota final), desde que os alunos sejam classificados, pelo menos, com 7,5 valores no exame escrito (que assim contará em 40% para a sua nota final).

2.3. Na época de recurso, os trabalhos não são contabilizados na nota final. O exame equivale a 100% da nota final à UC.

Bibliografia
- Marujo, N. (2015). Turismo, Turistas e Eventos: da Teoria à Prática. Castelo Branco: RVJ ? Editores, Lda.
- Vieira, J. (2015). Eventos e Turismo - Planeamento e Organização - da teoria à prática. Lisboa: Edições Sílabo
- Almeida, P. e Araújo, S. (2017). Introdução à Gestão de Animação Turística. Lisboa: Lidel
- Morales Caraballo, M. (2016). Animación turística. Madrid: Editorial Sintesis

Método de interação
Haverá dois tipos de modalidades de interação:
a) Aulas teóricas de exposição dos conteúdos programáticos (reflexão crítica e participação dos estudantes);
b) Aulas teorico-práticas (apresentação estudos caso de boas práticas e "brainstorming").

Software utilizado nas aulas
Não se aplica.