História da Edição

Mestrado em Design Editorial
4 ECTS; 1º Ano, 2º Semestre, 30,0 T + 2,0 O

Docente(s)

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
1. Adquirir conhecimentos sobre a história do livro e da edição em geral;
2. Reconhecer as diferentes fases da história do livro e da edição.

Programa
1. As pinturas e gravuras rupestres;
2. As primeiras escritas:
2.1. As escritas egípcia e cuneiforme;
3. As escritas fonéticas:
3.1. A escrita fonética: dos fenícios aos latinos;
4. O alfabeto na Europa Ocidental;
5. Os manuscritos medievais:
5.1. Os manuscritos medievais e as escritas uncial e semi-uncial;
5.2. Os manuscritos medievais e a escrita minúscula carolina;
5.3. O Book of Kells;
6. A invenção da imprensa e a sua difusão;
7. O período áureo do livro francês (séc. XVI);
8. O livro impresso nos séculos XVII, XVIII, XIX e XX:
8.1. O livro impresso no século XVII;
8.2. O livro impresso no século XVIII (Baskerville e os seu seguidores);
8.3. O livro impresso no século XIX (William Morris e os seus sucessores);
8.4. O livro no século XX (a tipografia moderna).

Metodologia de avaliação
A avaliação final em época de frequência ou de exames resulta da seguinte ponderação:
Teste escrito 40%; Trabalho de investigação 50% + respectivas apresentações orais (10%)
O trabalho deverá consistir numa pequena investigação sobre um tema relacionado com a matéria dada nas aulas e implica, também, três apresentações orais sintéticas (com peso final de 10% na nota final), das quais só estão dispensados os trabalhadores-estudantes. Caso os trabalhadores-estudantes não tenham realizado o referido trabalho durante o semestre, terão de o entregar e apresentar oralmente no dia do exame (valendo este procedimento 60% na nota final).

Bibliografia
- Anselmo, A. (1991). História da edição em Portugal. Porto: Lello Editores
- Beja, R. (2012). A edição em Portugal (1970-2010). Percursos e perspectivas. Lisboa: APEL
- Escolar, H. (1993). História universal del libro. Madrid: Fund. G. S. Ruipérez
- Febvre, L. (2000). O aparecimento do livro. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian

Método de interação
1. Aulas expositivas com recurso a imagens, vídeos e visualização de sites.
2. Análise, discussão e apresentação de textos da bibliografia.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.