Contabilidade de Gestão II

Gestão de Empresas
6 ECTS; 2º Ano, 2º Semestre, 75,0 TP

Docente(s)
- Pedro Augusto Nogueira Marques
- Edgar Ferreira Enes

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
1. Identificar os sistemas de contas;
2. Distinguir entre os sistemas de contas monista radical e duplo contabilístico;
3. Compreender e efetuar lançamentos relativos a diversas operações, pelos sistemas monista radical e duplo contabilístico;
4. Relacionar o processo de elaboração do orçamento anual com as funções de gestão e identificar e elaborar os diferentes programas e orçamentos;
5. Compreender a importância e as implicações da adoção de um sistema de custeio orçamentado;
6. Determinar, em sistema de custeio orçamentado, os custos das secções homogéneas, os custos dos produtos e dos serviços e apurar os desvios;
7. Distinguir e enunciar os desvios contabilísticos e os desvios de natureza extra-contabilística e proceder à sua análise;
8. Identificar o tipo de empresa em que os custos padrões podem ser adotados e descrever a forma de determinação do custo padrão;
9. Determinar e analisar, em sistema de custeio padrão, o desvio de fabricação, utilizando o sistema de custeio real e o sistema de custeio orçamentado;
10. Descobrir os dois estádios que caracterizam o método ABC e identificar as cinco etapas necessárias à sua implementação;
11. Saber explicar os conceitos de atividade e cost driver;
12. Conhecer as vantagens e as principais dificuldades associadas à implementação do método ABC e identificar as principais diferenças para com o método das secções homogéneas.

Programa
1. Sistemas de Contas:
- Sistemas monistas e dualistas;
- Plano de Contas da contabilidade analítica;
- Movimentação contabilística em sistema monista radical e em sistema duplo contabilístico.

2. O Orçamento Anual:
- Conceito de Orçamento;
- Ciclo Orçamental;
- Papel do Orçamento na Gestão;
- Obstáculos ao Processo Orçamental;
- Sequência Orçamental.

3. Sistemas de Custeio Básico:
- Custos reais versus custos básicos;
- Principais objetivos dos custos básicos;
- Tipos de custos básicos;
- Sistema de Custeio Total Orçamentado;
- Sistema de Custeio Variável Orçamentado.

4. Controlo Orçamental:
- Conceito de Gestão por Exceção;
- Distinção entre desvios contabilísticos e extra-contabilísticos;
- Noção de Orçamento Ajustado;
- Análise dos desvios contabilísticos;
- Análise dos desvios extra-contabilísticos;
- A Demonstração dos Resultados Ajustada.

5. Sistema de Custeio Padrão:
- Conceito e utilização de custos padrões;
- Determinação do Custo Padrão;
- Desvio de fabricação em sistema de custeio real;
- Desvio de fabricação em sistema de custeio orçamentado.

6. Método ABC (Activity Based Costing):
- Principais características do Método ABC;
- Tipos de atividades no Método ABC;
- Comparação entre o Método das Secções Homogéneas e o Método ABC;
- Vantagens e Principais Dificuldades da Implementação do Método ABC.

Metodologia de avaliação
1) Avaliação contínua:
- 2 mini testes: 30% cada (nota mínima de 7 valores);
- Trabalho prático: 40% (nota mínima de 8 valores).

2) Avaliação não contínua:
- Prova escrita: 100%;
- Alunos com classificação de 8 ou 9 valores: prova oral;
- Alunos com classificação igual ou superior a 16 valores: prova oral (caso não façam prova oral, ser-lhes-á atribuída a classificação final de 15 valores).

Bibliografia
- Caiado, A. (2015). Contabilidade Analítica e de Gestão. Lisboa: Áreas Editora
- Franco, V. e Outros, . (2012). Gestão Orçamental e Medidas Financeiras de Avaliação do Desempenho. Lisboa: Livros Horizonte
- Franco, V. e Outros, . (2015). Os Custos, os Resultados e a Informação para a Gestão. Lisboa: Livros Horizonte
- Ferreira, D. e Caldeira, C. e Asseiceiro, J. e Vieira, J. e Vicente, C. (2019). Contabilidade de Gestão: Estratégia de Custos e de Resultados - Cost and Management Accounting. Lisboa: Rei dos Livros

Método de interação
As metodologias a utilizar são o método expositivo, com recurso à projeção de diapositivos. É utilizada também a metodologia por simulação pedagógica, isto é o processo de ensino é realizado em condições próximas da realidade empresarial.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.