Contabilidade de Gestão I

Gestão de Empresas
6 ECTS; 2º Ano, 1º Semestre, 75,0 TP

Docente(s)
- Pedro Augusto Nogueira Marques

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
1. Reconhecer as limitações da Contabilidade Financeira e identificar a utilidade da Contabilidade de Gestão;
2. Distinguir custos diretos de custos indiretos, custos fixos de custos variáveis, custos do produto de custos do período e elaborar a Demonstração dos Resultados por Funções;
3. Distinguir os sistemas de custeio total, variável, racional e de imputação dos custos fixos por quotas teóricas e a sua influência no apuramento dos resultados;
4. Compreender os pressupostos, âmbito de utilização e limite da análise CVR (Custos/Volume/Resultados);
5. Descrever e aplicar os diferentes métodos de repartição dos custos indiretos de produção;
6. Reconhecer os diferentes regimes de fabrico, calcular os custos dos produtos conjuntos, valorizar a produção em vias de fabrico e valorizar a produção defeituosa;

Programa
1. Introdução:
- Âmbito e objetivos da Contabilidade de Gestão;
- Principais conceitos.
2. Classificação de custos e apuramento dos resultados por funções:
- Custos Diretos e Custos Indiretos;
- Custos Fixos e Custos Variáveis;
- Custos do Produto e Custos do Período;
- Demonstração dos Resultados por Funções.
3. Sistemas de Custeio:
- Sistema de Custeio Total Completo;
- Sistema de Custeio Racional;
- Sistema de Custeio Total com Imputação de Custos Fixos por Quotas Teóricos;
- Sistema de Custeio Variável;
- Análise das diferenças nos resultados pela aplicação dos vários sistemas de custeio.
4. Análise de Custos/Volume/Resultados:
- O comportamento dos custos face a variações do nível de atividade;
- Análise CVR: pressupostos, limites e âmbito de utilização;
- A equação CVR do Resultado;
- Margem de Contribuição;
- Ponto Crítico das Vendas em situações de monoproduto e multiproduto;
- Margem de Segurança.
5. Métodos de análise e repartição dos custos. Valorização da produção acabada:
- Imputação de base única e de base múltipla dos custos indiretos;
- O Método das Secções Homogéneas.
6. As empresas industriais e os regimes de fabrico:
- Regimes de fabrico;
- Métodos de apuramento do custo industrial: Método Direto e Método Indireto;
- Valorização da Produção em Vias de Fabrico;
- Valorização da Produção Defeituosa;
- Classificação dos produtos obtidos em produção conjunta;
- Critérios de repartição dos custos conjuntos;
- Utilidade e limitações da informação proporcionada em regime de produção conjunta.

Metodologia de avaliação
1) Avaliação contínua:
- 2 provas escritas: 30% cada (nota mínima de 7 valores);
- Prova Escrita Final: 40% (nota mínima de 8 valores).
2) Avaliação não contínua:
- Prova escrita: 100%;
- Alunos com classificação de 8 ou 9 valores: prova oral;
- Alunos com classificação igual ou superior a 16 valores: prova oral (caso não façam prova oral, ser-lhes-á atribuída a classificação final de 15 valores).

Bibliografia
- Caiado, A. (2015). Contabilidade Analítica e de Gestão. Lisboa: Áreas Editora
- Ferreira, D. e Caldeira, C. e Asseiceiro, J. e Vieira, J. e Vicente, C. (2019). Contabilidade de Gestão: Estratégia de Custos e de Resultados - Cost and Management Accounting. Lisboa: Rei dos Livros
- Vieira, J. e Asseiceiro, J. e Caldeira, C. e Ferreira, D. e Vicente, C. (2016). Contabilidade de Gestão: Estratégia de Custos e de Resultados – Casos Práticos. (Vol. I). Lisboa: Rei dos Livros
- Franco, V. e Outros, . (2015). Os Custos, os Resultados e a Informação para a Gestão. Lisboa: Livros Horizonte

Método de interação
As metodologias a utilizar são o método expositivo, com recurso à projeção de diapositivos. É utilizada também a metodologia por simulação pedagógica, isto é, o processo de ensino é realizado em condições próximas da realidade empresarial.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.