Psicologia da Percepção Visual

Design e Tecnologia das Artes Gráficas, Publicação em Diário da República - Despacho nº 9182/2020 - 25/09/2020

5.5 ECTS; 1º Ano, 1º Semestre, 45,0 T + 15,0 TP + 4,0 O

Docente(s)
- Isabel Maria da Cruz Ferreira

Pré-requisitos
Não aplicável.

Objetivos
Explicar aspetos neurofisiológicos da visão.
Caracterizar princípios da organização percetiva.
Desenvolver capacidade de representação dos princípios básicos da Gestalt.
Caracterizar as cores do ponto vista psicológico e psicossociológico.
Diferenciar principais tipos de combinações de cores.
Construir combinações de cores eficazes do ponto de vista comunicativo.
Suscitar reflexão sobre a perceção visual.

Programa
1. Delimitação conceptual da unidade curricular
2. Perceção e conhecimento (memória visual e pensamento visual)
3. Neurofisiologia da visão (principais estruturas do olho e suas funções; caminho dos sinais visuais até ao cérebro; funcionamento de células corticais visuais: simples, complexas e hipercomplexas)
4. Teoria da Gestalt e principais leis do agrupamento percetivo (proximidade, semelhança, simetria, figura-fundo e reversibilidade, boa-forma, assimilação e contraste)
5. Contornos subjetivos e Ilusões visuais (Muller-Lyer, Zollner, Poggendorff, Vertical-horizontal, Necker, Ponzo, Hering)
6. Sombras (a luz na perceção figuras concavas e convexas)
7. Principais características das cores e combinações de cores, segundo R. Montechaud (contraste e analogia) e de J. Itten (7 tipos de contraste)
8. Cor e legibilidade (relação cor da letra e cor do fundo)
9. Expressão das cores (significado psicológico e psicossociológico).

Metodologia de avaliação
1. Em época de frequência, realização de duas avaliações escritas (a 1.ª em meados do semestre e a 2.ª no final) para admissão ou dispensa de exame final. Os alunos só serão admitidos à realização da 2.ª avaliação se tiverem obtido na 1.ª avaliação uma classificação igual ou superior a 7,0 (sete vírgula zero) valores. São dispensados de exame, os alunos cuja média aritmética obtida nas duas avaliações, seja igual ou superior a 9,5 (nove vírgula cinco) valores e com um mínimo de 7,0 valores em cada uma delas.
2. Avaliação escrita nas épocas de exame estabelecidas.
3. Condições específicas: se em qualquer uma das provas escritas a classificação for maior ou igual a 15,5 (quinze vírgula cinco) o aluno é admitido a uma prova oral (de igual peso que a prova escrita) e a nota final é a média das provas. Caso não compareça será atribuída a classificação de 15,0 (quinze vírgula zero) valores.

Bibliografia
- MONTCHAUD, R. (2014). La couleur et ses accords. Paris: Fleurus Idées.
- ITTEN, J. (2018). Art de la couleur. Paris: Dessain e Tolra.
- HELLER, E. (2017). A Psicologia das Cores. Como as cores afetam a emoção e a razão.. São Paulo: Editorial Gustavo Gili.
- GLEITMAN, H. (2014). Psicologia. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
- ARNHEIM, R. (1998). Arte e percepção visual. São Paulo: Pioneira.

Método de interação
Sessões T com exposição oral, apoiadas por datashow. Sessões TP: realização de experiências e confronto dos resultados com os obtidos em estudos científicos; resolução de exercícios sobre alguns conteúdos; análise de diversos estudos sobre perceção.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.