Salvaguarda e Tutela do Património

 

Conservação e Restauro

4 ECTS; 1º Ano, 1º Semestre, 30,0 T + 15,0 TP + 2,0 OT

Docente(s)
- Fernando Augusto Desterro Oudinot Larcher Nunes

Pré-requisitos
Não aplicável

Objetivos
Dar uma visão introdutória e geral sobre a salvaguarda do património e sua tutela, fornecendo aos alunos informações sobre: a) os conceitos de património cultural, da sua salvaguarda e a sua evolução; b) a génese das medidas tomadas para a salvaguarda; c) os vários tipos de ameaças, de carácter doutrinário, ideológico e religioso, ao património, analisando o conceito de vandalismo, a sua evolução semântica e tipologia; d) a problemática da trasladação do património histórico e das reivindicações da sua restituição; e) as entidades com tutela sobre o património, aos diversos níveis; f) os meios de salvaguarda; g) dois tipos de instrumentos de salvaguarda do património: a inventariação e a classificação, e a investigação.

Programa
I.A SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO
1.Conceitos de património cultural e de salvaguarda
2.As origens e as primeiras medidas de salvaguarda
3.As ameaças doutrinárias, ideológicas e religiosas ao património cultural
3.1.o conceito de vandalismo e a sua tipologia
3.2.vandalismo religioso: iconoclastia e guerras religiosas
3.3.vandalismo político: a "iconoclastia revolucionária"
3.4. O "Elgianismo"
3.5. Outros tipos de vandalismo
4.A progressiva evolução dos meios de salvaguarda
II.ENTIDADES TUTELARES DO PATRIMÓNIO
1.Entidades que visam a protecção do património. A nível: mundial, europeu, do espaço lusófono e nacional
2.A Igreja e a salvaguarda do património eclesiástico
III.MEIOS PARA A SALVAGUARDA DO PATRIMÓNIO
1. A inventariação e a classificação
1.1.Conceitos
1.2.Metodologias e processos
1.3.Natureza e tipos de inventários
2.O Estudo das fontes para a investigação do Património
2.1. Fundos arquivísticos
2.2. Fundos bibliográficos

Metodologia de avaliação
- frequência, na qual será necessário obter 10 val. para aprovação
- exame escrito, para quem não tiver obtido aprovação na frequência, no qual é exigível a nota mínima de 10 val.

Bibliografia
- CHOAY, F. (2000). A Alegoria do património. Lisboa: Edições 70
- Garcia Cuetos, M. (2011). El patrimonio cultural: conceptos basicos. Zaragoza: Prensas Universitarias
- GAMBONI, D. (1997). The destruction of art: Iconoclasm and vandalism since de French Revolution . London: Reaktion Books
- HERNANDEZ HERNANDEZ , F. (2002). El património cultural: la memoria recuperada. Gijón: Ediciones Trea

Método de interação
A orientação metodológica passa por:
-uma parte expositiva
-análise de fontes documentais
-utilização de meios audiovisuais
-dentro das possibilidades, visitas de estudo

Software utilizado nas aulas
Não aplicável