Cálculo Financeiro

 

TeSP - Contabilidade e Gestão, Publicação em Diário da República - Aviso n.º 2033/2018 - 14/02/2018

6 ECTS; 1º Ano, 2º Semestre, 15,0 PL + 60,0 TP

Docente(s)
- Renato Heitor Correia Domingues

Pré-requisitos
Não existem pré-requisitos, contudo recomenda-se a anterior frequência das unidades curriculares de Matemática.

Objetivos
Com esta unidade curricular pretende-se que cada aluno fique apto a utilizar corretamente os procedimentos intrínsecos ao Cálculo Financeiro, nomeadamente:
- Efetuar capitalizações e atualizações de um ou mais capitais, resolvendo problemas relativos a tais operações;
- Calcular o desconto bancário de títulos de crédito e efetuar os demais cálculos relativos a esses títulos aquando sujeitos às operações de desconto ou de reforma;
- Determinar o valor atual e o valor futuro de uma renda;
- Equacionar e distinguir diferentes tipos de rendas, de termos constantes e de termos variáveis, resolvendo problemas que envolvam capitais com vencimentos equidistantes;
- Distinguir e equacionar o leque de opções que se oferecem ao mutuante e ao mutuário, para escolher a forma de reembolso de determinado empréstimo;
- Resolver problemas e elaborar quadros de amortização atendendo às diferentes modalidades de reembolso dos empréstimos;
- Contribuindo assim para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU n.º 4 e 8 (ODS 4 - Garantir o acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa e, promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos; ODS 8 - Promover o crescimento económico inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho digno para todos).

Programa
1.Introdução
- Conceitos básicos.
- Taxa de juro e taxa de desconto.
- Valor atual e valor acumulado.

2. Regimes de equivalência
- Regime de juro simples.
- Desconto bancário e reforma de letras
- Regime de juro composto.
- Taxas nominais, efetivas, proporcionais e equivalentes.
- Taxas correntes e taxas reais.
- Capitalização no domínio do contínuo.

3.Rendas
- Conceito e modalidades.
- Rendas de termos constantes.
- Rendas inteiras temporárias.
- Rendas fracionadas temporárias.
- Rendas perpétuas.
- Rendas de termos a variar em Progressão Aritmética.
- Rendas de termos a variar em Progressão Geométrica.

4 - Amortização de empréstimos
- Conceito e modalidades.
- Reembolso com prestações periódicas constantes.
- Reembolso com amortizações periódicas constantes.
- Outras modalidades e variantes.
- Empréstimos obrigacionistas.

Metodologia de avaliação
Avaliação em Frequência:
- Realização de seis mini-testes durante o período de aulas, com uma cotação de 5 valores cada, dos quais contam para a Nota Final os melhores quatro (ponderação de 40%).
- Prova final (ponderação de 60%).
Nota Final inferior a 10 => Exame (em conformidade com o Regulamento Académico e com uma ponderação de 100%).

Bibliografia
- Matias, R. (2015). Cálculo Financeiro, Teoria e Prática. Lisboa, Portugal: Escolar Editora
- Couto, E. e Crespo, N. e Barroso, M. (2009). Cálculo e Instrumentos Financeiros, da Prática para a Teoria. Lisboa, Portugal: Escolar Editora
- Quelhas, A. (2014). Manual de Matemática Financeira. Coimbra, Portugal: Livraria Almedina
- Rodrigues, A. e Nicolau, I. (2010). Elementos de Cálculo Financeiro. Lisboa, Portugal: Áreas Editora

Método de interação
- Apresentações teóricas pelo professor através dos métodos expositivo e interrogativo, com o apoio do quadro e de meios audiovisuais.
- Resolução de exercícios práticos.
- Realização para avaliação de seis mini-testes e de uma prova final.

Software utilizado nas aulas
Não aplicável.

 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável